PEC dos Precatórios: Alessandro Vieira defende auxílio de R$ 400, ‘sem calote ou quebra do teto de gastos’

“Estão usando a fome dos brasileiros como desculpa para saquear os cofres públicos mais uma vez”, afirmou o senador (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

O líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira (SE), criticou na rede social o relatório da PEC dos Precatórios apresentado pelo senador Fernando Bezerra (MDB-PE), cujo parecer foi lido nesta quarta-feira (24) na Comissão de Constituição e Justiça. A matéria volta à pauta do colegiado na próxima terça-feira (30) para votação.

“Trabalhamos para garantir o auxílio de R$ 400 para 21 milhões de brasileiros, sem calote ou quebra do teto”, postou Alessandro Vieira no Twitter.

Em seu parecer, o relator fez três alterações de redação e quatro emendas de mérito em relação ao texto aprovado pela Câmara dos Deputados, e atrelou o Auxílio Brasil, programa social que vai substituir o Bolsa Família, a mudança no teto de gastos públicos.

“É bom prestar atenção na PEC dos Precatórios! O texto do governo é muito ruim. Estão usando a fome dos brasileiros como desculpa para saquear os cofres públicos mais uma vez”, afirmou o senador.

Entre as principais mudanças no texto está a transformação do Auxílio Brasil em um programa permanente e condicionado ao espaço fiscal aberto pela correção do teto de gastos e não mais pelo limite no pagamento de precatórios, além da retirada do texto da exigência de fonte de financiamento para o pagamento do benefício.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment