Fabrício Gandini é pré-candidato a prefeito do Cidadania em Vitória (ES)

Para Gandini, a próxima gestão deverá aprofundar ainda mais a adoção de políticas públicas com o objetivo de renovar a base econômica da Capital capixaba (Foto: Reprodução/ALES)

O deputado estadual do Espírito Santo, Fabrício Gandini, pretende disputar a Prefeitura de Vitória (ES) e se lançou como pré-candidato do Cidadania ao cargo. O parlamentar adiantou em entrevista ao Portal do partido que sua gestão, caso eleito, será de continuidade do trabalho realizado pelo atual prefeito, Luciano Rezende, do Cidadania.

Para Gandini, a próxima gestão deverá aprofundar ainda mais a adoção de políticas públicas com o objetivo de renovar a base econômica da Capital capixaba. Ele também defendeu avanços na questão da “Cidade Inteligente”, com novas tecnologias.

O parlamentar do Cidadania defendeu ainda na entrevista a seguir “um grande planejamento” por meio do diálogo e com a participação de toda a sociedade na busca de soluções para a cidade.

Por que disputar a Prefeitura de Vitória?

Fabrício Gandini – Nós nos preparamos tanto de forma acadêmica quanto política. Já estou há 10 anos construindo a história da cidade de Vitória como vereador e temos esse desejo no coração de contribuir com o município. O prefeito Luciano Rezende está fazendo um ótimo trabalho e nos queremos completar parte dele.

É possível fazer mais pela cidade?

O Luciano [Rezende] preparou a cidade num período de grandes perdas econômicas. Tivemos no Espírito Santo o fim de um recurso que era o Fundap [Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias], referente às importações. Com essa perda, tivemos que reconstruir a cidade em outras bases [financeiras]. Luciano foi um gestor importantíssimo para esse momento e agora a cidade precisa dar um salto em novas atividades, como ciência e tecnologia, por exemplo, remontando a base econômica que Luciano deixou bem preparada. É continuar o trabalho e dar esse salto para que possamos de fato fazer diferença dentro do cenário nacional.

Caso eleito, como será pautada a sua gestão?

Precisamos fazer um grande planejamento com a participação das pessoas da sociedade e colocar isso em prática dialogando bastante. Isso é um governo moderno. Dialogar bastante com a sociedade para entender às perspectivas e buscar soluções. Vai ser um governo de muito diálogo e realizações.

Como o Cidadania poderá contribuir na sua gestão?

O partido tem sido o meu norte já há algum tempo nessa construção, principalmente no que a FAP [Fundação Astrojildo Pereira] faz. Os nossos modelos em outros locais e os parlamentares de outros estados são uma referência muito importante. [Roberto] Freire é símbolo da ética. A gente tem no partido um pilar importante dessa construção que levaremos para a cidade de Vitória.

Perfil

Fabrício Gandini nasceu em 6 de janeiro de 1980 em Vitória, é advogado, especialista em Gestão Municipal de Políticas Públicas, mestre em Planejamento Regional e Gestão de Cidades. Foi eleito vereador de Vitória em 2008, 2012 e 2016 e presidiu a Câmara Municipal de Vitória no biênio 2013/2014.

O parlamentar do Cidadania também foi secretário de Gestão, Planejamento e Comunicação da Prefeitura de Vitória. No pleito de 2018, Gandini foi eleito com 20.170 votos e está em seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa.

Nas eleições de 2014, foi convidado a ser candidato a vice-governador na chapa do então governador Renato Casagrande (PSB).

Da Vitória destaca apoio federal para reconstrução de municípios capixabas atingidos pelas chuvas

De acordo com o parlamentar, 22 municípios do ES estão em estado de emergência ou de calamidade (Foto: Robson Gonçalves)

O coordenador da bancada federal capixaba, o deputado federal Da Vitória (Cidadania), registrou nesta quarta-feira (5), o apoio de diversos ministérios para a reconstrução de cidades do Espírito Santo atingidas pelas chuvas de verão.

Da tribuna da Câmara, o parlamentar disse que os ministérios da Economia, da Agricultura e do Desenvolvimento Regional atenderam prontamente os pedidos da bancada do seu estado.

Da Vitória lembrou que os temporais prejudicaram muito o Espírito Santo. De acordo com ele, foram 22 municípios que entraram em estado de calamidade ou de emergência. Houve 10 mortes e 64 feridos. Cerca de 14 mil pessoas ficaram desalojadas.

O coordenador da bancada capixaba relatou que o Governo Federal se comprometeu a ajudar os estados impactados pelas chuvas (ES, RJ e MG) com recursos em torno de R$ 1 bilhão. Além do Ministério de Desenvolvimento Regional, o deputado informou que o Ministério da Agricultura deve liberar recursos para a aquisição de máquinas para ajudar os municípios.

“Com muita prontidão, o ministro da Economia se comprometeu a ajudar o nosso estado com recursos já disponibilizados e, mais do que isso, dar celeridade as emendas para que possam ser alocadas para estes municípios para equipamentos e outros benefícios para ajudar a minimizar o sofrimento”, disse Da Vitória.

O parlamentar do Cidadania elogiou ainda o papel desempenhado pelas forças de segurança do Espírito Santo.

“Fizeram um trabalho rápido, eficiente que vai resultar em protocolo para que os recursos cheguem logo ao Espírito Santo”, acrescentou.

Da Vitória destacou que houve um esforço dos entes da Federação em conjunto com os deputados federais para que a ajuda fosse viabilizada.

“O partido do Espírito Santo, nesse momento, é o cidadão capixaba”, afirmou.

Da Vitória destaca a adoção de energia renovável pelo governo do Espírito Santo

Em reunião na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados que debateu nesta terça-feira (10) políticas públicas para incentivar a adoção de energia renovável, o deputado federal Da Vitória (ES), vice-líder o Cidadania na Casa, destacou o protagonismo do governo do Espírito Santo na adoção de energia renovável nos órgãos públicos.

De acordo com o coordenador da bancada capixaba, já foram instalados equipamentos para captação de energia solar no prédio da Secretaria de Educação e brevemente o programa do governo será levado aos órgãos de Segurança Pública, como a Polícia Militar, hospitais públicos e filantrópicos.

“As boas iniciativas que vêm sendo implantadas no meu estado, que é a substituição da energia dos prédios públicos através da construção de miniusinas solares, já começam a render bons frutos, que é a redução despesas do governo Renato Casagrande (PSB-ES) com o pagamento de energia elétrica”, informou.

Ele defendeu que a experiência do Espírito Santo seja adotada em outros estados.

A declaração do deputado do Cidadania ocorreu após a exposição do diretor de Regulação de Gás Natural e Energia da Agência Reguladora de Serviços Públicos (ARSP) do Espírito Santo, Cláudio Roberto Saade.

“Litro de Luz”

O deputado elogiou o Projeto “Litro de Luz”, que está levando iluminação às localidades do país que não têm abastecimento de energia. A organização não governamental desenvolveu um poste e um lampião de luz, que são abastecidos a partir de energia solar e criado a partir de canos de PVC, lâmpadas LED e garrafas PET.

Aneel

Na reunião, o deputado Da Vitória voltou a defender que o debate em torno da tarifação de energia distribuída seja aprofundado pela Comissão de Minas e Energia. Ele manifestou ao representante da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), Christiano Vieira da Silva, preocupação quanto o risco de os consumidores que não têm acesso a esse tipo de energia, sobretudo os de baixa renda, terem de pagar pela tarifa.

A pedido do deputado Da Vitória, Comissão da Reforma Tributária promoverá debate em ES

A Comissão Especial da Câmara que debate as mudanças no sistema tributário (PEC 45/2019) realizará, nesta sexta-feira (04), seminário regional em Vitória (ES). O objetivo do colegiado é ampliar o debate com a sociedade e o setor produtivo.

O seminário contará com a participação do economista Bernard Appy, um dos autores do estudo desenvolvido pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) que originou a proposta de emenda constitucional apresentada pelo deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP).

O evento será realizado a requerimento do deputado federal Da Vitória, vice-líder do Cidadania na Câmara e coordenador da bancada do Espírito Santo. O seminário está marcado para as 9 horas, na Assembleia Legislativa.

Para Da Vitória, o seminário é uma oportunidade para que a sociedade capixaba possa contribuir para o aperfeiçoamento da proposta de emenda constitucional, que prevê a simplificação do atual sistema por meio da unificação de tributos sobre o consumo.

“O Espírito Santo tem muito o que contribuir neste debate importante para a vida nacional. O sistema tributário do Brasil é muito complexo e é necessário simplificar esse arcabouço jurídico que existe”, avaliou.

A PEC 45/2019 extingue três tributos federais (IPI, PIS e Cofins), o ICMS (estadual) e o ISS (municipal). No lugar desses impostos serão criados o Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS) – que é de competência dos três entes federativos – e outro sobre bens e serviços específicos (Imposto Seletivo), de competência federal.

Da Vitória comemora redução no número de homicídios no Espírito Santo

Em pronunciamento da tribuna nesta quarta-feira (4), o deputado federal Da Vitória (Cidadania-ES) destacou o trabalho que vem sendo desenvolvido pelas forças de segurança do Espírito Santo para reduzir os índices de homicídio no estado.

Dados da Segurança Pública apontam que, nestes oito meses, não foi registrado nenhum homicídio em 23 cidades.

“Estes municípios estão localizados de norte a sul do estado”, comemorou o parlamentar para, em seguida, citar os nomes das cidades.

Na avaliação de Da Vitória, coordenador da Bancada do Espírito Santo no Congresso Nacional, no momento de crescente violência em vivem todos os estados, as instituições policiais do Espírito Santo são um exemplo a ser seguido por contribuir para a paz social da população.

“Graças a esse trabalho conjunto, o nosso estado registrou, nestes oitos meses, uma redução de 16,8%, em comparação ao mesmo período de 2018”, reforçou o vice-líder do Cidadania.

Ele também citou os dados apontando que, primeira vez, o Espírito Santo registrou menos de 80 homicídios no mês de agosto. Este ano foram 73.

“Em nome da bancada capixaba, quero me congratular com polícias militar e civil, o governador Renato Casagrande e com o secretário de Segurança, Renato Sá, por este trabalho conjunto e competente em defesa da paz social da nossa população”, ressaltou o deputado Da Vitória.

Da Vitória leva debate sobre Reforma Tributária para o Espírito Santo

No primeiro dia de trabalho, a Comissão Especial da Reforma Tributária aprovou nesta terça-feira (13) requerimento de autoria do coordenador da Bancada Capixaba no Congresso Nacional, deputado federal Da Vitória (Cidadania), para debater no Espírito Santo a PEC 45/2019, que prevê alterações no sistema tributário brasileiro.

Ainda não foi marcada a data para audiência. A comissão terá três meses para aprovar parecer sobre a proposta.

Para Da Vitória, que é vice-presidente do colegiado, é importante que o tema seja debatido com os estados e municípios, que, na sua avaliação, são os principais entes federativos do Estado brasileiro.

“É necessário ouvir todos os setores da sociedade, empresariado, trabalhadores, governo e municípios. Todos estão diretamente envolvimentos nesta reforma, que é fundamental para deslanchar a economia nacional”, afirmou o parlamentar, que presidiu os trabalhos da comissão.

Na avaliação do deputado capixaba, o Brasil tem um dos sistemas tributários mais complicados do mundo.

“Essa quantidade de taxas e tarifas só atrapalha o crescimento do país. Precisamos criar um ambiente de negócios favorável para que possamos facilitar a produção e atrair o capital estrangeiro. Mais do que nunca é preciso simplificar, desburocratizar”, defendeu.

Durante a apresentação do cronograma de trabalho, o relator da PEC, deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) , não descartou a possibilidade de a proposta de Reforma Tributária que está sendo gestada pelo governo ser incorporada aos debates da comissão especial.

Imposto Único

De autoria do deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), baseado em ideias do economista Bernard Appy, a PEC 45/2019 prevê a simplificação do sistema tributário nacional por meio da extinção de três tributos federais – IPI, PIS e Cofins; um tributo estadual –ICMS; e o municipal – ISS . No lugar desses cinco tributos, todos relacionados ao consumo, poderá ser criado um novo imposto sobre o valor agregado, chamado de IBS (Imposto sobre Operações com Bens e Serviços).

1º Encontro Estadual do Cidadania-ES debate eleições municipais e define 25 pré-candidatos a prefeito

O Cidadania do Espírito Santo debateu, no 1º Encontro Estadual do partido, realizado no sábado (30), as perspectivas para as eleições municipais de 2020 e definiu 25 pré-candidaturas para prefeituras capixabas. O presidente da legenda no estado, deputado estadual Fabrício Gandini, vai disputar o Executivo de Vitória, e a fundadora do Movimento Vila Nova, Tayana Dantas, que será a candidata do município de Vila Velha.

Para Gandini, o encontro foi uma oportunidade para demonstrar a força do partido e o trabalho realizado por lideranças da sigla com o objetivo de mudar a realidade social das pessoas. Ele citou o exemplo de Vitória, que coleciona bons indicadores conquistados na gestão do prefeito Luciano Rezende, do Cidadania, como a redução do número de homicídios e das faltas nos serviços de saúde.

Gandini: É preciso ter foco”

“Precisamos ter foco no que fazemos, pois nossos filhos irão colher os frutos disso. Queremos ter a confiança das pessoas e estar abertos aos diálogos. Nenhum partido deve nada ao Cidadania e nós não devemos nada a ninguém também. Queremos apresentar o melhor projeto para população de Vitória, fruto do diálogo, e não de troca de favores”, salientou Gandini.

Lideranças

Com o plenário lotado, participaram do encontro diversas lideranças políticas no estado, com o ex-ministro da Cultura e atual deputado federal do Cidadania, Marcelo Calero (RJ). O parlamentar elogiou a gestão de Vitória e afirmou que o modelo adotado pelo prefeito Luciano Rezende na capital é um exemplo para todo o País.

“A população de Vitória tem uma escolha muito fácil a fazer. Há uma candidatura que representa a continuidade desse modelo que está dando certo, que é a do deputado Fabrício Gandini. Ele traz esse legado e reforça essa maneira do Cidadania de governar. Estamos com a certeza de que o trabalho do atual prefeito não vai ser interrompido”, afirmou Calero.

O Encontro do Cidadania ainda contou com as presenças do senador Marcos Do Val (Cidadania-ES), do deputado federal Josias da Vitória (Cidadania-ES), do prefeito da capital, Luciano Rezende, além de vereadores e lideranças da Grande Vitória e do interior capixaba.

Partidos

Representantes dos partidos PSB, Podemos, PDT, PV, Avante, PRB, PSC e PSDB também participaram da reunião. O governador Renato Casagrande (PSB) foi representado por Paulo Menegueli e o ex-governador Paulo Hartung pela ex-secretária de Comunicação, Andreia Lopes.

Apontar caminhos

No encontro, o prefeito Luciano Rezende disse ser preciso lutar sempre pela boa política e uma de suas tarefas é apontar caminhos.

“Aqui em Vitória nós estamos trabalhando o nome de Fabrício Gandini para dar continuidade ao nosso trabalho e é uma perspectiva muito grande. O Brasil precisa muito de boa política e o Cidadania oferece isso”, destacou o prefeito.

Orgulho

O deputado Da Vitoria comentou sobre seu orgulho em relação à condução da gestão de Vitória, o que demonstra a responsabilidade com o setor público.

“Os partidos e suas lideranças têm que ter humildade para reconhecer o trabalho que o Cidadania vem realizando através da gestão de Luciano Rezende à frente da Prefeitura de Vitória. Se tem alguém que ajudou muito nisso e pode dar continuidade a esse projeto é o deputado Gandini”, destacou o deputado federal do Cidadania.

Barulho

O senador Marcos do Val ressaltou o trabalho que os representantes do Cidadania têm feito em Brasília.

“Somos poucos, três deputados federais e um senador, mas estamos fazendo muito barulho, envolvidos em projetos importantes para o país”, disse, lembrando que ficou feliz em ter agilizado a aprovação de R$ 400 milhões de financiamento do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para investimentos em diversas áreas de Vitória.

Novo momento

No encontro, foi destacado ainda o novo momento do partido, que vem buscando atrair jovens, mulheres e negros, diversificando seu quadro. A programação do evento contou ainda com o lançamento do livro Myrthes Bevilacqua, biografia da primeira deputada federal do Espírito Santo, considerada uma mulher à frente do seu tempo. Myrthes autografou exemplares do livro e compartilhou um pouco de sua história, tão representativa para o Espírito Santo.

Cidadania do Espírito Santo realiza encontro estadual neste sábado

Livro de pré-candidatos do Cidadania-ES será aberto neste sábado (29) em evento na Câmara de Vitória

O Diretório Estadual do Cidadania do Espírito Santo realizará, neste sábado (29), às 9 horas, na Câmara Municipal de Vitória, o primeiro encontro estadual de 2019. O evento tratará, dentre outros assuntos, da abertura do livro de pré-candidaturas para as eleições municipais do ano que vem.

O encontro também tem como objetivo analisar o cenário político, tanto local quanto nacional, e discutir a importância do processo eleitoral do próximo ano. Segundo o presidente da legenda no estado, Fabrício Gandini, a discussão é pertinente já que o próximo pleito será diferente dos anteriores devido a aprovação da PEC 33/2017, que proíbe a realização de coligações partidárias em eleições para deputados e vereadores a partir do próximo ano.

Durante o evento, será lançado ainda o livro Myrthes Bevilacqua, biografia da primeira deputada federal do Espírito Santo.