Rubens Bueno cobra ampliação do Programa de Aquisição de Alimentos, que perdeu R$ 34 milhões no Paraná

“A situação tem afetado diretamente a atividade agropecuária no Paraná e em todo o País , diz o deputado (Foto: Robson Gonçalves)

O deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) cobrou nesta terça-feira (18) a reestruturação e ampliação de recursos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que nos últimos 10 anos perdeu mais de R$ 34 milhões em investimentos somente no estado do Paraná. Segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o volume financeiro efetivamente executado no ano de 2009, no valor de R$ 35.312.054,139, caiu para R$ 1.252.415,27 em 2019.

“A situação tem afetado diretamente a atividade agropecuária no Paraná e em todo o País, provocando a diminuição do número de agricultores e cooperativas beneficiadas pelas compras, através de seus projetos. É uma situação grave e vamos tratar do assunto com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, e com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, cujas pastas executam o programa através dos estados e municípios, para que intercedam junto ao governo federal no sentido de que sejam imediatamente restabelecidos e ampliados os recursos. Isso possibilitará o pagamento dos projetos dos agricultores familiares e de suas cooperativas que já foram, inclusive, classificados e aprovados”, adiantou Rubens Bueno.

O deputado lembrou que inúmeros projetos apresentados e aprovados no Paraná estão sendo afetados pelo corte de recursos. Um deles é o da Cooperativa Agroindustrial de Produtores de Corumbataí do Sul e Região (COAPROCOR). O projeto foi aprovado no valor de R$ 319.916,00. No entanto, não há disponibilidade de recursos para efetuar o pagamento.

“A diminuição dos recursos já está causando um retrocesso na política de abastecimento, com desânimo e desesperança do produtor rural que necessita de condições para continuar produzindo e honrar seus compromissos. Com as compras diretas da agricultura familiar, ganha o governo, o agricultor familiar e o público atendido”, ressaltou o deputado.

Saiba mais

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) foi criado através do artigo 19 da Lei nº 10.6961, de 2003, e regulamentado pelo Decreto nº 7.775, de 2012, e tem como objetivo o incentivo à agricultura familiar e ao consumo de alimentos produzidos por ela, a promoção do acesso à alimentação às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, o abastecimento alimentar por meio de compras governamentais, a constituição de estoques públicos, bem como o estímulo ao cooperativismo e associativismo.

Eleição 2020 – Cidadania do Paraná promove encontro com coordenadores regionais

Partido no estado reuniu lideranças e 18 coordenadores regionais para debater o pleito municipal de outubro (Foto: Reprodução/Cidadania do Paraná)

O Diretório Estadual do Cidadania do Paraná realizou nesta terça feira (28), em Curitiba, encontro dos coordenadores regionais do partido. Em pauta a avaliação sobre as eleições municipais de outubro deste ano.

Estiveram presentes o deputado federal e presidente estadual do Cidadania23, Rubens Bueno, os deputados estaduais Douglas Fabrício e Tercilio Turini, o superintendente de Esporte do estado e presidente do Cidadania deCuritiba, Hélio Wirbiki, a ex-deputada ítalo-brasileiro Renata Bueno e 18 coordenadores regionais.

O coordenador regional em Santa Fé, Helton Silva, destacou alguns pontos do encontro.

“A troca de experiências entre todos os coordenadores regionais foi muito importante. Porém, as metas distribuídas pelo nosso presidente estadual, o deputado federal Rubens Bueno, junto de toda a motivação que conquistamos neste encontro, é o ponto de partida para apresentarmos à comunidade nomes preparados para as próximas eleições”, ressaltou.

Já para coordenadora regional e pré-candidata a prefeita em União da Vitória, Paula Fernanda, o encontro com as coordenações regionais foi muito produtivo.

“Foi um momento que pudemos expor nossas impressões e planejamentos locais. Além de recebemos valiosas orientações para as eleições deste ano”, destacou.

Rubens Bueno destacou o pouco tempo até o pleito de outubro.

“Temos um tempo curto para deixar tudo organizado. Tenho certeza que todos saíram com o objetivo de preparar cada vez mais o Cidadania23 paras as eleições”, disse. (Assessoria Cidadania do Paraná)

Cidadania do Paraná quer André Trindade na disputa pela prefeitura de Londrina

André Trindade e o deputado federal Rubens Bueno, presidente do Cidadania no estado (Foto: Reprodução)

O Cidadania do Paraná tem como pré-candidato à Prefeitura de Londrina o advogado e professor da Unopar, André Trindade. Ele defende o pleno desenvolvimento do município com geração de empregos e a utilização de exemplos de desenvolvimento de gestões do Cidadania em outros municípios do estado e País..

O pré-candidato defende também melhorias na saúde. Segundo ele, um candidato a cargo pública necessita ser conhecido por sua experiência, bandeiras e posições políticas.

Rubens Bueno destaca mais uma edição do projeto “Pé na Estrada” no Paraná

Projeto promoveu debate sobre a conjuntura política, a reestruturação de diretórios municipais e filiações (Foto: Reprodução)

Com o final de 2019 bem próximo, chegou também a última edição do projeto “Pé na Estrada”, do Cidadania do Paraná, em Guarapuava. Há duas décadas, em todos os anos ímpares, o “Pé na Estrada” é realizado percorrendo todas as regiões do Paraná e neste ano não foi diferente. Foram 20 regiões, com representantes de todo o estado e mais de 13.929 quilômetros percorridos pela caravana.

Nesta edição, a primeira com o nome Cidadania 23, teve o pleito de 2020 como o maior objetivo. Além disso, o projeto promoveu também um debate sobre a conjuntura política, fomentou a ampliação da participação da sigla, a reestruturação de diretórios municipais, a promoção de filiações e a divulgação do novo nome, logomarca e estatuto do partido.

Segundo o coordenador da sigla em Santa Fé, Helton da Silva, “o projeto Pé na Estrada 2019 foi uma ótima oportunidade para preparar os filiados para as eleições municipais de 2020, visando estruturar o partido com candidaturas sólidas. Além disso, foi um momento para debater, trocar ideias e começar a criar um projeto político que atenda as demandas de cada região”.

O presidente estadual do Cidadania23 e deputado federal, Rubens Bueno, fez um balanço da edição de 2019 do projeto.

“Finalizamos em Guarapuava mais um Pé na Estrada. Visitamos todas as regiões do estado. Terminamos esta edição com pré-candidatos a prefeito nas principais cidades do Paraná e em diversas outras com conversas bem encaminhadas. Além disso, o partido está se organizando para fortalecer internamente nossos princípios pela democracia e liberdade. Encerramos a nona edição com sentimento de dever cumprido, sabendo que em 2020 o trabalho continua, agora com o curso de formação política. Sem dúvidas o Pé na Estrada 2019 foi um sucesso”, afirmou. (Assessoria Cidadania-PR)

Cidadania-PR expulsa prefeito e vice de São Jerônimo da Serra

Ambos foram notificados pelo Conselho de Ética para prestarem esclarecimentos sobre os fatos, porém, não apresentaram defesa

Em virtude da operação “Dejá Vù” realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) que resultou na prisão do prefeito de São Jerônimo da Serra, João Ricardo de Mello, e do vice-prefeito, Laércio Pereira Correia, o Diretório Estadual do Cidadania do Paraná, seguindo parecer do Conselho de Ética, decidiu pela expulsão dos mandatários do partido.

Ambos foram notificados pelo Conselho de Ética para prestarem esclarecimentos sobre os fatos, porém, não apresentaram defesa.

“O Cidadania23 prega o mais rígido apego à legalidade e jamais se eximirá de cobrar de seus integrantes o respeito à dignidade social e ao bom exemplo de atuação de seus filiados e, em especial, de seus mandatários. O nosso partido não compactua com desmandos de quem quer que seja, a começar dos nossos”, afirmou o deputado federal e presidente do Cidadania-PR, Rubens Bueno.

Cidadania-PR realiza projeto Pé na Estrada em Curitiba

Na capital paranaense, o encontro reuniu cerca de 120 pessoas de Curitiba e da região metropolitana (Foto: Reprodução)

Curitiba recebeu nesta segunda-feira (25) a 10º etapa do Pé na Estrada 2019 do Cidadania do Paraná. O projeto vem sendo realizado em todas as regiões do estado e é um evento tradicional na história da sigla no Paraná, e desta vez antecede as eleições municipais. Na capital paranaense, o encontro reuniu cerca de 120 pessoas de Curitiba e da região metropolitana.

O Pé na Estrada teve como pauta debate sobre a ampliação da participação da sigla na região, a reestruturação de diretórios municipais, promoção de filiações visando as eleições de 2020 e a divulgação do novo nome e logomarca do partido. Durante o encontro também foi realizada a apresentação de diversos pré-candidatos a prefeitos e vereadores.

Segundo o presidente do Cidadania de Curitiba e superintendente do Esporte e da Cultura do Paraná, Hélio Wirbiski, o evento foi um sucesso.

“Foi um grande encontro e que serve de exemplo para todos que estão na política. Nesta reunião debatemos a boa política e com responsabilidade. Além disso, a grande quantidade de pré-candidatos a vereador que apresentamos, deixando assim a nossa chapa de Curitiba quase completa para 2020, junto do indicativo de candidatura própria em Curitiba e diversas outras cidades da região metropolitana reafirmou que o evento foi um sucesso”, afirmou,

Já o vereador do Cidadania de Curitiba, Herivelto Oliveira, destacou a importância deste debate para o futuro.

“A politica precisa de novas ideias. Por isso, o próximo prefeito não pode pensar somente no mandato dele ou no próximo. Ele tem que pensar no próximo século. O que estamos fazendo hoje tem que ser projetando o futuro e sempre evoluindo. É assim que pauto meu trabalho e acredito ser o melhor para todos”, ressaltou.

A ex-deputada ítalo-brasileira, Renata Bueno, falou da importância de compartilhar as verdadeiras e boas ideias da política.

“Este é o momento de mostrar que somos um partido decente e que se preocupa em fazer a boa política. Com a chegada das redes sociais, temos a possibilidade de distribuir e semear este excelente debate ainda mais rápido, porém, sempre combatendo as fakenews, que no final, só prejudicam a nossa sociedade”, destacou.

O presidente estadual do Cidadania do Paraná e deputado federal Rubens Bueno, ressaltou os objetivos do projeto.

“O Pé na Estrada está completando 20 anos e tem como maior objetivo levar as informações partidárias, eleitorais e políticas para todos os cantos do estado. Em todos os anos ímpares rodamos o Paraná com reuniões regionais debatendo o que está acontecendo com os municípios daquela região e o que pode acontecer. Estamos perto de finalizar este projeto em 2019 e com um resultado positivo. Este trabalho de duas décadas mostra que somos um partido preocupado com a sociedade e não uma sigla de véspera de eleição. Nunca fomos e não será agora que vamos ser”, afirmou.

Participação

O evento também contou ainda com a presença da coordenadora de mulheres de Curitiba do Cidadania23, Silvia Ribeiro; da presidente estadual da juventude do partido, Keyla Oliveira; do coordenador estadual do movimento Livres, Lucas Franceschi; filiados e simpatizantes da legenda. (Assessoria Cidadania-PR)

Cidadania do Paraná relembra trajetória de Cezar Silvestri

Ex-deputado morreu em Curitiba na madrugada do dia 21 de outubro do ano passado (Foto: Foto: José Gomercindo)

O Cidadania do Paraná divulgou nota pública (veja abaixo) relembrando a trajetória do ex-deputado federal Cezar Silvestri (Cidadania-PR), que morreu na madrugada de domingo do dia 21 de outubro do ano passado, em Curitiba.

“Foi um grande homem público e exemplo para nossa militância e aqueles que defendem a política enquanto bem comum”, diz a nota assinada pelo presidente do partido no estado, deputado federal Rubens Bueno.

Um ano sem Cezar Silvestri

Faz um ano que o Cidadania23, então PPS, perdeu um de seus mais importantes representantes. O ex-deputado Cezar Silvestri. Falecido numa madrugada de domingo, foi um grande homem público e exemplo para nossa militância e aqueles que defendem a política enquanto bem comum.

Engenheiro Civil de formação, foi vice-prefeito de Guarapuava (1988), deputado estadual (1990,1994 e 1998), deputado federal (2002, 2006 e 2010), Secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano do Paraná (2011), Secretário de Governo e depois Secretário-chefe da Casa Civil do Governo e presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná – AGEPAR (2015).

Nosso partido, sua família e amigos, continuamos de luto, porém felizes com as lembranças do grande pai e ser humano que foi. Sério, honesto e honrado, Cezar sempre será lembrado.

Curitiba, 21 de outubro de 2019

Rubens Bueno

Deputado federal e presidente estadual do Cidadania23

Vereador é expulso no Paraná por envolvimento na Operação Mustela

O Cidadania do Paraná divulgou nota pública (veja abaixo) comunicando a expulsão do partido do vereador de Bandeirantes, José Carlos Martins, o Zé Mano.

Nota sobre desdobramentos da Operação Mustela

Devido as notícias veiculadas sobre os desdobramentos da Operação Mustela, que trata da prática criminosa no SUS (Sistema Único de Saúde( em diversas cidades paranaenses, o Cidadania23 vem informar que, o vereador José Carlos Martins, o Zé Mano, do município de Bandeirantes, foi expulso do partido no dia 16 de setembro de 2019. O ofício foi recebido pelo TRE no dia 24 de setembro.

‘O Cidadania23 jamais vai permitir casos de corrupção ou desvio de conduta, a começar pelos nossos’, afirmou Rubens Bueno, deputado federal e presidente do Cidadania23 Paraná.

Cidadania do Paraná suspende prefeito e vice de São Jerônimo da Serra

Em virtude da prisão preventiva na última quarta-feira (16) do prefeito de São Jerônimo da Serra (PR), João Ricardo de Mello, e do vice-prefeito, Laércio Pereira, pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) na operação “Dejá Vù”, o Diretório Estadual do Cidadania 23 no Paraná suspendeu todas atividades partidárias dos envolvidos até que sejam esclarecidos os fatos.

“O Cidadania 23 não compactua com desmandos de quem quer que seja, a começar dos nossos”, disse o deputado federal e presidente do Cidadania 23 no Paraná, Rubens Bueno.

Vereadores do Cidadania de Mandaguari participam do Prêmio Gestor Público do Paraná

A Câmara Municipal de Mandaguari (PR) está participando do PGP-PR (Prêmio Gestor Público do Paraná), uma iniciativa que reconhece projetos da administração pública considerados inovadores, criativos e que resultem em desenvolvimento para a sociedade. É a primeira participação da Casa, que concorre na categoria “Legislativo” com o projeto “Lupa Legislativa”.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Hudson Guimarães (Cidadania), apresentou a metodologia e os resultados do projeto durante a seletiva regional do PGP-PR, realizada em Sarandi. O vereador Luiz Carlos Garcia (Cidadania) acompanhou a apresentação. Por meio de uma videoconferência, o parlamentar foi avaliado pelo presidente do Prêmio, Laerzio Chiazorin, e pelo auditor da Receita Estadual do Paraná, Jean Carlos de Almeida Torres, que estavam em Curitiba.

Hudson ressaltou que o “Lupa” reforça a função legislativa de fiscalizar o Poder Executivo, auxiliando os vereadores de maneira sistematizada.

“Com o projeto, nós analisamos os procedimentos de concorrência, pregão, leilão e tomada de preços. Ou seja, temos uma dimensão ampla dos atos da Prefeitura de Mandaguari, já que, metodologicamente, também estamos observando e questionando a entrega dos produtos adquiridos ou a execução dos serviços contratados”, explicou.

Ainda de acordo com o presidente, a ação inédita preza pela legalidade das licitações, gerando resultados benéficos tanto para o Legislativo, quanto para o Executivo.

“É importante frisar que não temos encontrado dificuldades para fiscalizar os atos da Prefeitura. Ao contrário, desde a implantação do projeto, temos notado maior cuidado com os termos de referência, melhor elaboração dos processos e mais atenção aos nossos questionamentos. Cremos que, dessa forma, a população se torna a principal beneficiada porque, havendo lisura e transparência, a administração pública cumpre seu papel com eficiência”, disse.

O Prêmio Gestor Público do Paraná é uma iniciativa do Sindafep (Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná). O tema desta edição é “Urbanismo: planejar o município é melhorar a vida”. Os projetos selecionados durante as seletivas regionais serão conhecidos em outubro. A premiação dos vencedores acontecerá em novembro, em Curitiba.

Lupa Legislativa

Implantado no mês de março, o Lupa Legislativa já analisou 72 procedimentos da Prefeitura de Mandaguari. Ao todo, a Câmara Municipal enviou 61 ofícios pedindo explicações sobre tais processos e, ainda, 13 recomendações de correção ou readequação. O Executivo acatou sugestões e alterou 28 editais até agora, melhorando a garantia jurídica das contratações.

A denúncia sobre possíveis irregularidades na construção do Canil Municipal de Mandaguari, protocolada em junho no Ministério Público do Paraná (MP-PR), é resultado da fiscalização potencializada pelo projeto.

O Lupa continua acompanhando outros procedimentos que estão em trâmite. (Com informações da Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Mandaguari)

Pé na Estrada reúne lideranças do Cidadania-PR em Campo Mourão

Lideranças, filiados e simpatizantes do Cidadania do Paraná – prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e secretários municipais – participaram do módulo do Projeto Pé na Estrada, na última sexta-feira (13) no Paraná Palace Hotel em Campo Mourão.

Na oportunidade, o deputado estadual Douglas Fabrício e o deputado federal Rubens, presidente estadual da legenda no estado, falaram sobre as conjunturas estadual e nacional, e ainda participaram de um debate, esclarecendo projetos e recebendo reivindicações.

O Projeto Pé na Estrada é realizado a cada dois anos, com encontros em todas as regiões do estado, visando a reorganização e fortalecimento do partido, incentivando ações políticas das comunidades. Em Campo Mourão o encontro também contou com novas filiações.

Fortalecimento

O deputado Douglas Fabrício frisou que a meta é fortalecer o partido dentro de um processo de reorganização. Ele falou sobra a atuação do Cidadania em todo o estado relacionando resultados em toda a região.

“Nosso papel é trazer novos filiados ao partido. Se as pessoas de bem não participarem do processo eleitoral, outras pessoas poderão ser eleitas”, salientou Douglas Fabrício.

Diretrizes

Já o deputado Rubens Bueno destacou a força do partido e falou sobre as suas diretrizes. Ele lembrou da história da legenda, que foi criada como PPS há 20 anos, e recentemente ganhou a denominação Cidadania 23, destacando suas lideranças e trabalhos realizados.

“Vamos organizar núcleos de base nos municípios para elaborações de planos de governos”, disse Rubens Bueno, que anda falou sobre a conjuntura política nacional.

Prefeitos

Participaram do encontro os prefeitos Beto Voidelo (prefeito em exercício de Campo Mourão), Pedro Coelho (Goioerê), Leandro Oliveira (Araruna), Júlio Frare (Peabiru), José Carlos (Nova Cantu) e Edenilson Miliossi (Babosa Ferraz), que também é presidente da Comcam (Comunidade do Municípios da Região de Campo Mourão). O prefeito licenciado de Campo Mourão, Tauillo Tezelli, também participou. (Assessoria Cidadania-PR)

Mandante da morte de Miguel Donha é preso no Paraná

Azemir João de Barros, conhecido como Alzemir Manfron, foi preso no Paraná nesta terça-feira (10). Ele foi condenado a 16 anos e sete meses de prisão pelo assassinato do então pré-candidato a prefeito de Almirante Tamandaré (PR) Miguel Donha, do PPS, hoje Cidadania. Manfron tinha mandato de prisão expedido pela juíza Marina Lorena Pasqualotto e foi detido e levado para o Complexo Médico Penal em Pinhais. O crime ocorreu há quase 20 anos. Donha era bancário e político.

A sua morte chocou o Paraná no início de 2000. Assassinado no dia 22 de janeiro daquele ano, Donha era o principal nome da oposição para a disputa das eleições para prefeito do município, localizado na Grande Curitiba.

Na época a prefeitura era comandada por César Manfron, candidato à reeleição e irmão do condenado pelo crime. Na noite do crime, Donha e sua mulher, Iara, retornavam de um casamento quando foram abordados por dois homens no portão da chácara do casal. Ambos foram levados até Rio Branco do Sul e, no trajeto, Iara foi abandonada pela dupla. Em seguida, os criminosos dispararam contra as pernas de Donha, que teve uma artéria perfurada e não resistiu.

Três semanas após o crime, a polícia prendeu o mecânico Edson Farias, acusado de ser o autor dos disparos. Edson identificou seu comparsa apenas como Zé e disse que havia sido contratado por um motorista da prefeitura, Antônio Martins Vidal, o Tico Pompílio, para dar um “susto” em Donha. Em troca do serviço, Edson receberia R$ 300 e um cargo na prefeitura.

O irmão do prefeito foi citado nas investigações como mandante do crime. Edson, Tico Pompílio e um cunhado do motorista foram assassinados no decorrer do processo. O motorista da prefeitura seria apenas o contratante do crime, restando à Promotoria a tarefa de identificar os verdadeiros mandantes.

Em 2017, Alzemir Manfron, irmão do ex-prefeito de Almirante Tamandaré Antonio Cesar Manfron de Barros, foi condenado por mandar matar Miguel Donha. Houve recurso da defesa e agora a Justiça determinou a prisão do acusado. Antes, em 2014, José Geraldo, seu cúmplice, foi condenado com a pena de 13 anos e 7 meses de reclusão. (Com informações do Cidadania do Paraná)

Rubens Bueno pede a ministro manutenção da superintendência da Receita no Paraná

O deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) quer reverter decisão do governo federal que pode extinguir, dentro do processo de reestruturação da Receita Federal, a Superintendência da 9ª Região Fiscal, localizada em Curitiba, e que é responsável por toda atuação do órgão no Paraná e em Santa Catarina. Para isso, enviou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, um pedido para que seja revogada a extinção da superintendência.

Na avaliação do parlamentar, a medida prejudicaria toda a fiscalização em uma região que possui quatro dos mais importantes portos do País e o mais importante porto seco da América Latina, localizado em Foz do Iguaçu.

“Vejo a medida como preocupante. O Ministério da Economia vem empreendendo esforços no sentido de otimizar os trabalhos da Receita Federal, o que é louvável. Contudo, não pode, com base nessa justificativa, penalizar os trabalhos de fiscalização e de atendimento aos contribuintes. Além disso, o trabalho da Receita é de fundamental importância no combate conjunto ao contrabando em nossa região”, afirma o deputado.

O deputado ressalta ainda que dos cinco maiores portos em movimentação de contêineres do Brasil, três estão na região (Paranaguá, Itajaí/Navegantes e São Francisco do Sul/Itapoá), sendo que o de Paranaguá é o maior porto graneleiro da América Latina.

“Além disso, em Curitiba, encontram-se o maior centro de controle de remessas expressas da América Latina e o melhor aeroporto do país, além de sediar o Centro de Certificação de Operadores de Comércio exterior da região Sul e o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública-Regional Sul”, reforçou.

Umuarama recebe primeira etapa do Pé na Estrada 2019 do Cidadania do Paraná

Começa neste sábado (10), na cidade de Umuarama, a nona edição do Pé na Estrada do Cidadania do Paraná. Realizado nos anos ímpares, o projeto irá percorrer todas as regiões do estado. Esta que é a primeira vez do Pé na Estrada com o novo nome do partido, Cidadania23, que segue até outubro.

O projeto tradicional na história da sigla no Paraná desta vez antecederá as eleições municipais. O presidente estadual do Cidadania, deputado federal Rubens Bueno, destacou o objetivo do projeto.

“Além de divulgar a mudança do nome do partido, sua nova logo e outras diretrizes, queremos motivar nossos militantes para as próximas eleições, discutir a conjuntura política e viabilizar o partido, bem como a sua reestruturação, em todo o Paraná”, destacou Rubens Bueno.

Veja abaixo o roteiro da primeira etapa do Projeto Pé na Estrada 2019

Dia: 10 de agosto – Sábado

Cidade: Umuarama

Horário: 9h

Local: Câmara Municipal – Av. Rio Branco, 3580 – Zona Armazém.

Projeto de Douglas Fabrício torna lei no Paraná programa de incentivo a atletas olímpicos

“O programa Geração Olímpica assegura a manutenção de bolsas aos nossos atletas e treinadores”, argumenta o deputado

O deputado estadual Douglas Fabrício (Cidadania) apresentou projeto de Lei na Assembleia Legislativa do Paraná que promoverá o desenvolvimento do esporte olímpico e paralímpico no estado, com o Programa de Governo Geração Olímpica (Talento Olímpico do Paraná) e cria Fundo Estadual.

O programa funciona por meio de concessões de bolsas de incentivo a atletas e treinadores praticantes do esporte escolar e de alto rendimento em modalidades olímpicas e paralímpicas individuais e coletivas.

Douglas Fabrício, que já foi secretário estadual de Esporte e Turismo, argumenta que o programa fomenta o desenvolvimento do esporte no Paraná.

“Além de tornar o estado referência no esporte olímpico e paralímpico, nossa proposta valoriza os nossos talentos do esporte e incentiva a prática do esporte entre crianças e adolescentes, ampliando o número de praticantes”.

O parlamentar ainda destaca que os benefícios ao esporte são inúmeros como a revelação de atletas de rendimentos, a manutenção de atletas e treinadores nas práticas das modalidades, minimiza a evasão de atletas para outras regiões e promove a linha de pesquisas de desenvolvimento do esporte.

“Atualmente o Paraná é a maior força no esporte escolar nacional, ocupando osição de destaque em competições de nível nacional com atletas convocados para competições internacionais. Em 2016, ano da nossa Olimpíada, o programa classificou 34 atletas para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, com conquista de medalhas. Com a aprovação de nossa proposta, asseguramos a concessão de incentivo aos atletas e treinadores”, justifica Douglas. (Assessoria do Parlamentar)