China: “Oportunismo político rasteiro”, diz Rubens Bueno

“O Brasil repudia insulto de Eduardo Bolsonaro à China e ao seu povo” (Foto: Robson Gonçalves)

O deputado Rubens Bueno (Cidadania-PR) criticou duramente nesta quinta-feira (19) a declaração do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) de que o governo da China é responsável pela pandemia de coronavírus no mundo.

“Além de irresponsável, essa fala não passa de oportunismo político rasteiro”, disse Bueno.

Eduardo Bolsonaro teria dito que em sua conta no tuíte atribuiu culpa pelo coronavírus ao Partido Comunista Chinês. “A culpa é da China”, reforçou.

Bueno disse que o povo brasileiro repudia o “insulto (de Eduardo Bolsonaro) à China e ao seu povo”.

Ele classificou ainda de lamentável que esse tipo a declaração do filho do presidente da República seja um parlamentar que presidiu a Comissão Relações Exteriores da Câmara dos Deputados e que teve pretensões em ser embaixador do Brasil em Washington.

“O momento por que passam o Brasil e o mundo exige cooperação e solidariedade da parte de todos, principalmente dos políticos. Este rapaz não contribui em nada para o Brasil”, criticou o parlamentar em postagem no Facebook.

Covid-19: Rubens Bueno diz que acusação de Eduardo Bolsonaro à China é “oportunismo político”

“Além de irresponsável, essa fala não passa de oportunismo político rasteiro”, disse o parlamentar (Foto: Robson Gonçalves)

O deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) criticou duramente, nesta quinta-feira (19), a declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) de que o governo da China é responsável pela pandemia do coronavírus no mundo.

“Além de irresponsável, essa fala não passa de oportunismo político rasteiro”, disse o parlamentar.

Eduardo Bolsonaro teria dito em sua conta no Twitter que culpa do coronavírus era do Partido Comunista Chinês.

“A culpa é da China”, reforçou.

Rubens Bueno destacou que o povo brasileiro repudia o “insulto [de Eduardo Bolsonaro] à China e ao seu povo”.

Ele classificou ainda de lamentável que esse tipo de declaração venha de um parlamentar que presidiu a Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados e que teve pretensões de ser embaixador do Brasil em Washington, EUA.

“O momento por que passa o Brasil e o mundo exige cooperação e solidariedade de todos, principalmente dos políticos”, criticou o parlamentar em postagem no Facebook.