Diversidade 23 se solidariza com David Nemer após ameaças de bolsonaristas

O Diversidade 23, núcleo de diversidade do Cidadania, divulgou nota pública (veja abaixo) em solidariedade ao professor e pesquisador David Nemer pelas ameaças sofridas por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro em decorrência de suas atividades profissionais. O professor é filiado ao partido.

“Nemer se dedica ao estudo da utilização de ferramentas digitais para impulsionar, por meio de desinformação e fake News, campanhas políticas de todas as ideologias e concluiu, em um de seus trabalhos, que o método é mais praticado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Desde então, suas publicações vêm seguidas de ameaças anônimas”, diz o documento.

NOTA DE SOLIDARIEDADE AO PROFESSOR DAVID NEMER

O Diversidade 23 vem prestar solidariedade ao pesquisador, professor do Departamento de Estudos de Mídia da Universidade da Virgínia, nos Estados Unidos e filiado ao Cidadania 23, David Nemer, que em decorrência do exercício regular e imparcial de suas atividades profissionais foi ameaçado por radicais apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

Nemer se dedica ao estudo da utilização de ferramentas digitais para impulsionar, por meio de desinformação e fake News, campanhas políticas de todas as ideologias e concluiu, em um de seus trabalhos, que o método é mais praticado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Desde então, suas publicações vêm seguidas de ameaças anônimas.

Na semana passada, as ameaças perpetradas por milicianos digitais, dentre os quais se encontram, segundo seus estudos, nazistas e pedófilos, cruzaram as barreiras virtuais e o seguiram e fotografaram, anexando a imagem a um e-mail, novamente anônimo, como típico de covardes e criminosos, acompanhada de mensagem indicando que ele tivesse cuidado, pois estava sendo monitorado.

A ameaça foi direcionada à pessoa do Professor David Nemer, mas a vítima é muito maior do que um indivíduo, é a viabilidade do Estado Democrático de Direito em si, são as ferramentas que possibilitam o fortalecimento da democracia.

Os grupos que se valem da desinformação como instrumento de exercício do Poder seguirão combativos contra as principais ferramentas capazes de desmantelá-los, a saber, a informação certificada, os estudos científicos e o conhecimento acadêmico, enquanto fortaleza civilizatória. Essa é a sina daqueles que heroicamente se colocam em posição de defesa das ciências, de maneira que desagrada aqueles que visam impor, por vias não democráticas, sua agenda sinistra. Foi assim com Débora Diniz, Ricardo Galvão, Ilona Szabó e agora com David Nemer.

David, para assegurar sua integridade física, precisou antecipar seu retorno aos Estados Unidos, onde mora. Vejam o absurdo: um cidadão brasileiro precisou deixar seu país de origem por exercer com liberdade sua atividade científica, nos termos assegurados pelo artigo 5º, IX da Constituição Federal.

Há que se repetir a exaustão: trata-se de atentado contra Estado Democrático de Direito estimulado, de forma omissiva, ou comissiva, por quem jurou defendê-lo.

Ao David, registramos aqui nosso integral apoio para que siga adiante com seus estudos de maneira livre, tal qual assegurado pela Constituição Brasileira. Lamentamos profundamente que tenha sido vítima de crime tão nefasto, que ultrapassa a sua pessoa. Você honra nosso país com seu trabalho e enobrece o Cidadania 23 com sua filiação.

Diversidade 23