Candidatura de Simone Tebet à Presidência é oficializada pelo MDB

“Um momento histórico.” É nestes termos que as lideranças políticas do centro democrático definiram a realização da convenção do MDB, que ocorreu virtualmente, em Brasília, nesta quarta-feira (27). “Vamos mostrar que lugar de mulher é na política e Simone Tebet será a próxima presidente da República do Brasil”, disse o presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, na abertura do encontro.

Em uma primeira participação online no evento, a senadora Simone Tebet, pré-candidata ao Planalto pelo MDB, PSDB e Cidadania, discursou aos emedebistas que participam da convenção. “Nossos alicerces democráticos estão abalados pela fome, pela miséria, pela desigualdade social, pelo desemprego, mas estão a balados principalmente por esta polarização, por esse discurso de ódio, do nós contra eles, que está levando o país ao abismo”, disse a parlamentar.

A pré-candidata acrescentou que “só o centro democrático tem a capacidade de pacificar e unir o Brasil”. “Isso para que o país volte a ter segurança e estabilidade e, com isso, volte a crescer, gerar emprego e renda para a nossa população”, afirmou. “Tenho convicção de que o Brasil nunca precisou tanto deste partido histórico, nunca precisou tanto da nossa voz, da nossa força, do nosso amor incondicional. Será o amor que vai destruir o ódio, o amor que vai unificar o Brasil, que vai fazer com que o país tenha, pela primeira vez na sua história, condições de garantir igualdade de oportunidade para todos os nossos irmãos e irmãs brasileiras. Democracia já, democracia sempre.”

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, que estava presente na sede do MDB, em Brasília, afirmou que Simone Tebet “carrega e representa um momento de esperança e crença de um país que luta para firmar com clareza sua democracia”. “Mas, sobretudo, em um ambiente novo, que possa cuidar das desigualdades sociais e da geração de emprego”, acrescentou.

O presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, também presente na sede emedebista, destacou o momento histórico da convenção e a comparou ao período ditatorial pelo qual o país passou no passado. “Hoje, não temos ditadura, mas temos uma democracia que é contestada a partir da própria Presidência da República”, lembrou. “Portanto, este é um momento crucial, que envolve toda a ação como histórica, ela não é momentânea, conjectural. E a candidatura de Simone Tebet representa nos dar a chance de fazer história, com todas as forças políticas estiveram na fundação do MDB.”

(Assessoria de Imprensa – Pré-Campanha Simone Tebet)

Leia também

Cidadania de Goiás se prepara para as eleições de 2024

Em um encontro na quarta-feira (17), o Cidadania de...

Manaus: Nova pesquisa confirma Amom na liderança com 29,3%

David Almeida tem 27,5%, Alberto Neto 9,1%, Roberto Cidade...

Comissão aprova projeto de Manente que amplia isenções para faculdades

A isenção valerá desde que a instituição cumpra as...

Cidadania de Goiás realiza encontro estadual nesta quarta

Ofício nº 004/2024 – Diretório Estadual do Cidadania GoiásConvocação...

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!