Câmara elogia formalmente atuação de profissionais de saúde que denunciaram médico estuprador

Proposta é de autoria da deputada federal Carmen Zanotto

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (14) Voto de Louvor aos profissionais da saúde do Hospital da Mulher Heloneida Studart, no estado do Rio de Janeiro, que foram fundamentais na denúncia do crime de estupro cometido pelo médico Giovanni Quintella Bezerra.

O reconhecimento, aprovado por unanimidade pelos parlamentares, é fruto de um requerimento apresentado pela deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC).

A equipe, segundo relatos dados à Polícia Civil, escondeu um celular na sala de cirurgia depois da desconfiança da
quantidade de sedativo usado pelo anestesista em outras ocasiões e da movimentação dele próximo às pacientes durante os procedimentos.

Os colaboradores do hospital teriam até mesmo trocado a sala de parto para conseguir filmar o flagrante.

“Com a atitude corajosa, a equipe de Enfermagem e demais funcionários salvaram a integridade de outras vítimas, porque certamente o investigado repetiria esses crimes. É estarrecedor e gravíssimo que um ato dessa natureza seja praticado por um profissional que lida com mulheres, que estava trabalhando dentro de um hospital destinado a mulheres”, justificou a autora do requerimento.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment