Câmara acelera tramitação de piso salarial dos profissionais de Enfermagem

“Quem salva vidas merece salários mais dignos”, diz Carmen Zanotto, uma das autoras do pedido de urgência

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira (22) requerimento de urgência para projeto de Lei que fixa o piso salarial nacional para as carreiras de enfermagem (enfermeiro, técnico e auxiliar) e da parteira. A deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC) foi uma das autoras do pedido para acelerar a tramitação da matéria. A parlamentar também presidiu o grupo de trabalho implantado na Casa que analisou o impacto orçamentário do proposta.

Conforme o texto original, o valor mínimo inicial para os enfermeiros será de R$ 4.750, a ser pago nacionalmente pelos serviços de saúde públicos e privados. O mérito do projeto de Lei, segundo a Agência Câmara, será analisado em abril.

“São homens e mulheres que não mediram esforços frente a pandemia. Profissionais que não se negaram a salvar vidas, mesmo sem acesso a mascaras de proteção porque não as tinham no início da pandemia. São homens e mulheres que esperam há décadas por um salário, no mínimo, um pouco mais digno”, disse Carmen, ao defender agilidade na apreciação da urgência.

O projeto de lei que estabelece o piso nacional para os profissionais de Enfermagem já foi aprovado no Senado Federal. Se não houver alteração na Câmara, segue diretamente para sanção presidencial.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment