Alessandro Vieira recorre ao STF para Alcolumbre marcar sabatina de André Mendonça

Para o senador, ‘não existe motivo republicano’ para o presidente da CCJ do Senado não marcar a sabatina (Foto: Pedro França/Agência Senado)

O líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira (SE) apresentou, junto com o senador Jorge Kajuru (Podemos-GO), um mandado de segurança no STF  (Supremo Tribunal Federal) contra o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) que, na condição de presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, ‘se recusa a marcar a sabatina’ de André Mendonça, indicando pelo presidente Jair Bolsonaro para uma vaga no Supremo.

“Não existe motivo republicano para está conduta”, afirmou o parlamentar do Cidadania.

Alessandro Veira, Kajuru e outros parlamentares aproveitaram reunião da CCJ  nesta quarta-feira (15) para questionar Alcolumbre sobre a demora na sabatina de Medonça. Os parlamentares reafirmaram que o Senado ‘tem o dever constitucional’ de analisar indicações da Presidência da República.

Desde a aposentadoria do então ministro Marco Aurélio Mello, em 12 de julho, o Supremo aguarda a aprovação de um novo integrante da Corte. No momento, o STF está com 10 ministros em sua composição, o que abre espaço para empates em votações.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment