Época destaca cursos de formação política do Cidadania

O blog de Guilherme Amado, na revista Época, destaca em nota (veja abaixo) os cursos de formação política do Cidadania.

Guilherme Amado – Revista Época

PARTIDO MAIS COTADO PARA FILIAR HUCK TREINA CANDIDATOS MUNICIPAIS

Aulas presenciais começarão em fevereiro

O Cidadania, o partido que deve abrigar Luciano Huck na disputa pela Presidência em 2022, prepara um curso para seus candidatos a prefeitos e vereadores.

Em fevereiro começarão as primeiras aulas presenciais.

Desde a eleição de 2018, a sigla ganhou forte participação de egressos de movimentos de renovação política que promovem cursos de formação como esse, a exemplo de Livres, Agora!, Acredito e RenovaBR — o movimento de que Huck é parte. (Por Eduardo Barretto)

Fonte: https://epoca.globo.com/guilherme-amado/partido-mais-cotado-para-filiar-huck-treina-candidatos-municipais-24184496

Encontro do Cidadania-ES debate eleições e lança 33 pré-candidaturas a prefeito no estado

Reunião lotou o plenário da Assembleia Legislativa na capital capixaba (Foto: Cidadania-ES)

Lideranças de todo o Espírito Santo participaram, neste sábado (07), do Encontro Estadual do Cidadania capixaba. O evento lotou o plenário e a galeria da Assembleia Legislativa.

Em pauta, foram discutidos os rumos das Eleições 2020, lançadas 33 pré-candidaturas para prefeito no estado, inscritos novos filiados e também apresentadas informações sobre a nova legislação eleitoral para o próximo ano. Durante o evento também foi prestada homenagem ao presidente de honra do Cidadania Nacional, Antonio Ribeiro Granja, falecido este ano aos 106 anos de idade.

O prefeito Luciano Rezende (Cidadania) destacou em seu discurso que o mandato público é uma arena de batalha e conflito de interesses, além de passar por grande pressão. Por isso, salientou, “é necessário que o político esteja muito bem preparado para tomar decisões em alta velocidade”.

Prefeito Luciano Rezende (esq.) e o deputado estadual Fabrício Gandini (Foto: Cidadania-ES)

“O deputado estadual Fabrício Gandini já demonstrou a sua capacidade e está preparado para liderar e governar a cidade de Vitória. Ele está amadurecido. Nós temos que acreditar que quem define eleição é Deus e a população. E nós temos que apontar para a cidade o que é melhor para ela. Temos que defender Vitória e os Espirito Santo de qualquer ameaça. Aposto que Gandini terá condição de cuidar da nossa cidade com muito carinho” disse o prefeito de Vitória.

O presidente do Cidadania-ES, deputado estadual Fabrício Gandini, afirmou estar consciente do seu papel, principalmente neste momento em que o estado está vivendo. Ele comentou sobre a situação de retrocesso ocorrida nos últimos dias na Assembleia Legislativa do Espírito Santo, quando foram promovidas novas eleições de forma surpresa, com mais de 400 dias de antecedência, e sem tempo suficiente para formação de outras chapas concorrentes, violando o princípio de razoabilidade.

“A renúncia da Mesa Diretora reeleita foi uma vitória parcial. Não podemos relaxar. A sociedade tem que ficar de olho no que ocorreu por aqui e se manifestar. Não podemos parar de acompanhar esse processo, pois a ameaça está em vigor. Por isso, nesta segunda vamos protocolar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade”, afirmou Gandini.

Ele ressaltou que tomar a decisão de ir para o enfrentamento tem seus custos, mas ele tem a consciência de que fez o que era o correto.

Representatividade

Além do prefeito de Vitória Luciano Rezende, o encontro do Cidadania teve as presenças do deputado federal Josias da Vitória, de vereadores, lideranças da Grande Vitória e do interior capixaba. Representantes dos partidos PSC, Avante, Podemos, PV, PTB, PDT e PSB também participaram da reunião.

“Para o Brasil avançar temos que sempre nos colocar ao lado de homens e mulheres de bem que querem prestar seu tempo para melhorar o país, os municípios. Por isso, o Cidadania tem aberto espaço para as pessoas de bem, para participar da política. A administração do prefeito Luciano Rezende em Vitória é uma referência. O partido mostra que sabe administrar uma cidade e isso serve de inspiração para todos nossos pré-cadidatos. E se tem alguém que passei a admirar e respeitar pelas posições claras é o nosso presidente regional e nosso futuro prefeito de Vitória, deputado Fabrício Gandini. Tenho muita felicidade e fazer parte da família do Cidadania. Eu sou uma pessoa otimista. No Congresso o Cidadania tem feito a diferença. Nesta semana, o Cidadania se posicionou muito claramente contra o aumento no Fundo Eleitoral. Somos contra. São posições como essas que estão fazendo a diferença. Nosso partido é coerente e está ao lado da sociedade”, disse o deputado da Vitória.

“O Gandini conhece a cidade, está preparado, é um projeto experiente e uma cidade exigente, então ele tem o perfil de Vitória, que é uma cidade que não pode brincar com as questões fiscais. O PSC está fechado com o Cidadania, pois o partido tem bandeiras que o PSC trabalha”, disse Wanderson Marinho, presidente do PSC.

Lúcio Hemerly, presidente municipal do PV de Vitória, também manifestou o apoio de seu partido à candidatura de Gandini.

“Já tivemos uma reunião interna e decidimos que vamos caminhar junto com o Cidadania, pela postura do Gandini, pela administração do atual prefeito Luciano Resende, voltada para as pessoas mais carentes, tem feito muito pela área de Educação”, afirmou.

“A gente já conhece a história do Gandini, ele foi um modelo de gestor na Câmara, tem feito um grande trabalho como deputado estadual, é um cara novo, diferente, conheci de perto seu trabalho e creio que é um nome que irá ajudar no desenvolvimento da cidade”, completou.

Alex Santos, presidente municipal do Avante de Vitória, declarou porque o Cidadania terá seu apoio.

“É uma gestão que já vem dando certo há sete anos em Vitória e queremos continuar com esse desenvolvimento da cidade”, afirmou.

Também discursaram os representantes do PSB (Alberto Farias Gavini Filho), PDT (Weverson Meirelles) e PTB (Anderson Goggi), que declararam apoio ao Cidadania.

Veja abaixo a lista de pré-candidatos a prefeito do Cidadania no Espírito Santo.

Afonso Cláudio – Manoel Paulistão
Alegre – Rodrigo Vargas
Águia Branca – Jailson Quiuque
Aracruz – Doutor Coutinho
Atílio Vivacqua – Sargento Siqueira
Barra de São Francisco – Marcelo Firmino
Conceição da Barra – Manoel Pé de Boi
Divino São Lourenço – Tuquinha
Domingos Martins – Julio Christ
Governador Lindemberg – Leonardo Finco
Guaçuí – Paulinho do Vitalino
Ibiraçu – Vertinho Tonon
Ibitirama – Vice-prefeito Hishan
Iconha – Fernando Trevisani
Irupi – Cleides Segal
Itaguaçu – Átila
Jaguaré – Marcos Guerra
Jerônimo Monteiro – Renato Lima
João Neiva – Laércio Campostrini
Laranja da Terra – Judázio Seibel
Marilândia – Gutin
Montanha – Professor André
Nova Venécia – Antônio Emílio
Piúma – Tenente Paulo Cola
Ponto Belo – Rose
Presidente Kennedy – Daniel Gomes
Rio Bananal – Vilson Teixeira Gonçalves
Santa Leopoldina – Fernando Rocha
São Domingos do Norte – Merinha Comper
São Gabriel da Palha – Professora Céia
Vargem Alta – Flávio Altoé
Vila Velha – Ricardo Chiabai
Vitória – Fabrício Gandini

30 anos da FNP: Rubens Bueno destaca avanço de propostas que beneficiam municípios

“O Parlamento brasileiro vive um momento de fortalecimento da luta por mudanças no pacto federativo. Mostra disso é a aprovação neste ano, pelo Congresso Nacional, de diversas propostas que beneficiam os municípios brasileiros”, afirmou nesta terça-feira (26) o deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) durante sessão solene da Câmara dos Deputados em homenagem aos 30 anos da Frente Nacional de Prefeitos.

De acordo com o parlamentar, um exemplo desse trabalho foi a aprovação do projeto da divisão entre União, estados e municípios dos recursos arrecadados no leilão da cessão onerosa do pré-sal. Somente esse projeto, possibilitou um acréscimo de mais de R$ 5 bilhões no orçamento dos municípios.

“Sem dúvida foi uma vitória que nos dá ainda mais fôlego nesse processo. Mas cabe ressaltar que esse valor poderia ter sido maior não fosse o desempenho fraco do leilão, que não atraiu investidores externos, e teve a Petrobras como a responsável por quase todo o valor arrecadado”, destacou Rubens Bueno, que foi indicado pelo presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, como interlocutor entre a Frente Nacional dos Prefeitos e a Casa.

O deputado ressaltou também a aprovação, no último dia 19, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 48) que prevê o repasse direto de emendas parlamentares aos municípios, sem a necessidade de convênio ou instrumento similar com um órgão público intermediário.

“É uma medida que vai desburocratizar e agilizar o repasse de recursos para os municípios. Também dará mais liberdade para que os gestores de estados e municípios possam investir o dinheiro onde a região mais precisa. Tudo isso mantendo a fiscalização da aplicação da verba pública”, disse Rubens Bueno.

Prioridades

Ao ressaltar o trabalho feito pela FNP para a aprovação dessas matérias, o parlamentar também destacou que entre as prioridades da entidade e dos parlamentares do movimento municipalista ainda estão o projeto do Marco Regulatório para as Parcerias Público-Privadas; a PEC do Fundeb; o projeto de Lei de Probidade Administrativa; e o projeto que promove a redistribuição do ISS proveniente de cartões de crédito, planos de saúde e outras modalidades de serviço, estabelecendo que o imposto deve ficar no município onde foi contratado o serviço. Este último que surgiu da iniciativa de Rubens Bueno e outros parlamentares.

Pé na Estrada em Apucarana apresenta pré-candidatos a prefeito do Cidadania-PR

Na região, o partido já conta sete pré-candidatos para a disputa municipal do ano que vem (Foto: Reprodução)

A 9ª etapa do projeto ‘Pé na Estrada 2019″ do Cidadania do Paraná foi realizada nesta quinta-feira (21), em Apucarana, com debate sobre conjuntura municipal e nacional, e a apresentação de sete pré-candidatos a prefeito na região pelo partido (veja a lista abaixo). O evento contou com mais de 40 pessoas de sete municípios.

Segundo o coordenador regional do Cidadania23, Professor Willian Caetano, a reunião mostrou a força do partido na região.

“Este esclarecimento olho no olho, os debates e sugestões que recebemos do deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR) nos ajuda demais a construir o futuro das nossas cidades e apresentar estes pré-candidatos mostra a força do nosso partido”, afirmou.

Presidente estadual do Cidadania no estado, Rubens Bueno elogiou a organização do partido na região e reforçou a importância de apresentar candidatos preparados.

“Foi um debate importante para preparar todos para as próximas eleições. O nosso partido sempre apresentou candidatos preparados e qualificados para responder aos anseios da sociedade e em 2020 não será diferente”, afirmou.

Também estiveram presentes no encontro representantes do deputado estadual Tercílio Turini; o prefeito de Cambira, Toledo; o vereador de Cambira, Toninho Genovês; o vereador de Apucarana, Professor Edson; o vereador de Cambira, Toledinho; o ex-prefeito de Apucarana, Carlos Scarpelini; o vice-diretor da Unespar Campus Apucarana, Leonardo Favaro; a representante do Movimento RenovaBR, Juliana; e lideranças, filiados e simpatizantes do partido. (Assessoria Cidadania-PR)

Veja abaixo a lista de nomes dos pré-candidatos a prefeito apresentados durante a 9ª etapa do Pé na Estrada.

  • Rodolfo Mota – Vereador e pré-candidato a prefeito de Apucarana
  • Aroldo Pagan – Vereador e pré- candidato a prefeito de Arapongas
  • André Saddi – Vereador e pré-candidato a prefeito de Jandaia Sul
  • Almir- Ex-prefeito e pré-Candidato a prefeito de Sabáudia
  • Jacira do Amaral – pré-candidata a prefeita de Pitangueiras
  • Sid Gás – pré-candidato a prefeito de Mauá da Serra
  • Professor Hudson Guimarães e Enfermeira Ivonéia – pré-candidatos a prefeito de Mandaguari

Partido no Ceará lança domingo projeto “Cidadania 2020”, com meta de eleger 20 prefeitos

Roberto Freire e Alexandre Pereira lançam projeto “Cidadania 202″ com meta de eleger 20 prefeitos

Blog Roberto Moreira

O Diretório Estadual do Cidadania, lançará em reunião ampliada o projeto Cidadania 2020. O encontro terá a presença do presidente nacional do partido, o ex senador e ex ministro da cultura, Roberto Freire, que analisará a conjuntura política nacional e os desafios do partido na construção de um novo modelo político e econômico para o Brasil.

O evento será realizado no próximo domingo 29, às 9 horas, no Hotel Sonata Iracema, na Av Beira Mar 848. Estarão presentes, presidentes municipais, mandatários, pré-candidatos às eleições 2020 e importantes nomes da sociedade civil organizada.

“A ideia é termos um diálogo franco e permanente com filiados e também com aqueles que querem fazer a boa política. Entendemos o partido como instrumento da sociedade para alcançar seus anseios” declara Alexandre Pereira (Presidente da legenda no Ceará).

Segundo o líder do Governo na Assembléia Legislativa do Ceará Dep. Júlio César (Cidadania 23), que assumirá a vice-presidência estadual do partido, a meta é eleger 20 prefeitos em 2020. Cidades como Maracanaú, Maranguape, Crateús, Quixadá, Crato e Juazeiro do Norte, além da reeleição do prefeito Tiago Ribeiro em Cascavel, estão entre as prioridades.

Fonte: https://www.blogrobertomoreira.com/2019/09/roberto-freire-e-alexandre-pereira.html?m=1

A pedido de Paula Belmonte, comissão vai debater punição a prefeitos que desviam dinheiro da merenda

A Comissão de Educação da Câmara aprovou, nesta quarta-feira (03), requerimento da deputada federal Paula Belmonte (Cidadania-DF) para a realização de audiência pública com o objetivo de discutir projeto de lei do ex-senador Cristovam Buarque (Cidadania) que define como crime de responsabilidade a aplicação indevida, pelo prefeito, de recursos provenientes do Programa Nacional de Alimentação Escolar, comprometendo o oferecimento de merenda nas escolas.

Segundo Paula Belmonte, até hoje o prefeito que desvia os recursos ou não presta contas da aplicação dele é punido com a suspensão do programa de alimentação para as crianças.

“Então, quem é punido? As nossas crianças, que ficam sem se alimentar nas escolas. Isso precisa mudar”.

A deputada salientou que não se pode deixar que haja desconfiança sobre o que é feito com os recursos de um programa tão essencial como o da alimentação. Por isso, ela defendeu a transparência, a prestação de contas e a punição dos que descumprem as leis, mas ressalvou que as crianças não podem pagar por erros de autoridades.