Yula Merola é pré-candidata a prefeita do Cidadania em Poço de Caldas (MG)

Pré-candidata defende a implementação de administração pública enxuta e transparente (Foto: Reprodução)

O Cidadania de Minas Gerais vai disputar a prefeitura de Poços de Caldas em 2020 com o lançamento da pré-candidata, Yula de Lima Merola. Formada em Farmácia Bioquímica e ex-presidente do Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais, Yula afirmou em entrevista ao portal do Cidadania (veja abaixo), que a sua maior preocupação será a população e que pretende adotar políticas de estado e não de governo na sua gestão. Para ela, é necessário pensar na cidade em longo prazo e não apenas focar em uma única área.

Yula defendeu a implementação de uma administração pública enxuta e transparente. Ela destacou que, caso eleita, discutirá os problemas da cidade de forma cooperativa e adiantou que realizará um pacto social. Segundo a pré-candidata, a nova administração municipal precisa ser atual, moderna, sintonizada, equilibrada para valorizar a história do município.

Ao ser questionada como o Cidadania poderá contribuir na gestão municipal, Yula Merola afirmou que a legenda, por ser um partido forte e estável, desempenhará um papel importante na governabilidade, seja no Executivo como também do Legislativo com preparo e ideias inovadoras

Perfil

Yula de Lima Merola é bacharel em Farmácia Bioquímica pela Faculdade de Farmácia da Universidade Estadual Paulista, Doutora em Ciências pela Universidade de Campinas, MBA em Gestão Ambiental, Especialista em Farmácia Clinica, cursando a pós-graduação em Liderança e Gestão Pública pelo CLP (Centro de Liderança Publica).

Iniciou a carreira política como autoridade sanitária da Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde de Poços de Caldas em 2003. Em 2005 convidada para a Coordenação de Vigilância Sanitária e subsequente em 2008 para a Coordenação da Vigilância Epidemiológica. Em 2011 recebeu o convite para gerenciar a Diretoria de Vigilância em Saúde, onde implementou novos indicadores e processos.

Em 2018 foi eleita presidente do CRFG (Conselho Regional de Farmácia do Estado de Minas Gerais) para mandato de 02 anos e conselheira pelo CRFG para mandato de 4 anos. Como presidente do CRFMG implantou na autarquia federal Lean Mentoring e gestão eficiente e trouxe transparência ao órgão com novas práticas de gestão.

Veja abaixo a entrevista com a pré-candidata.

Por que disputar a prefeitura de Poço de Caldas?

Porque posso contribuir com a minha experiência de 17 anos no setor público em várias áreas, como docente e pesquisadora e agora na presidência de uma autarquia federal que é o Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais. E por estar me preparando para exercer um cargo de agente público por meio do Centro de Lideranças Públicas, pós-graduação em Master e liderança pública e RAPS, com relacionamentos com várias lideranças estaduais e federais. Também porque querer cuidar da cidade onde meus filhos cresceram e construí a minha vida. Quando o grupo me procurou , vi a possibilidade real disto acontecer e poder contribuir com a cidade que me acolheu. Fico muito feliz e honrada.

Na sua opinião, quais são os principais problemas do município?

Cuidar de gente. É isso que nós temos que fazer: se preocupar com o povo, que é o dever do Estado. Quero fazer politica de estado e não de governo. Pensar na cidade em longo prazo como Pedro Sanches e Assis Figueiredo. Fazer políticas públicas e não focar numa área, pois todas estão interligadas. A saúde esta interligada com a educação, mobilidade urbana e meio ambiente e segurança. Então não existem problemas pontuais. Este é o grande erro, pensar em problemas pontuais. Estamos falando de gente e de uma cidade.

Caso eleita, como será pautada a sua gestão?

A minha gestão será pautada por clareza e transparência. Esse foi um dos compromissos que tive na presidência do CRF e que quero trazer para a administração municipal. Um governo que dá acesso às informações a sua população está sendo transparente, pois é dever do agente publico prestar contas e qualificar o debate publico a respeito de questões que desafiam a gestão. Acho o que irei falar irá soar piegas ou mesmo óbvio, mas infelizmente nestes 17 anos de administração publica e dois anos como agente publico essas palavras foram esquecidas por todos e são fundamentais para o exercício da atividade publica: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. E a minha gestão caso eleita será pautada por estes princípios. Iremos sentar e discutir os problemas e as soluções de Poços de Caldas com cooperação, gestão em rede e o principal, um pacto social. Vontade, competência e coragem não me faltam. Poços de Caldas precisa atualizar, modernizar, sintonizar e equilibrar e respeitar e valorizar a sua história.

Como o Cidadania poderá contribuir na sua gestão?

Acredito que o Cidadania poderá auxiliar na minha gestão, pois atualmente está renovado e fortalecido. São partidos fortes e estáveis que poderão contribuir para a governabilidade, tanto no Executivo quanto Legislativo, sendo uma escola de política e cidadania. Acredito na população mais politizada para construir uma cidade mais democrática, mais justa e cidadã. Temos um grupo muito preparado e com ideias inovadoras.

Marilda Natal é pré-candidata à prefeitura de Canaã dos Carajás (PA)

Advogada diz que tem como bandeira política a inclusão e empoderamento das mulheres e das minorias étnicas (Foto: Reprodução)

A pré-candidata do Cidadania à prefeitura de Canaã dos Carajás (PA), a advogada Marilda Natal tem como preocupação estimular novas fontes de renda para o município que hoje recebe recursos por meio de royalties da extração mineral da empresa Vale do Rio Doce. Esta será a terceira vez que Marilda disputará eleições para o cargo.

“Já disputei duas vezes [a prefeitura] e agora queremos lançar novamente o meu nome com um projeto grandioso para a cidade. Em razão de ser um municípios que vive da extração mineral, as administrações daqui se voltam apenas para a arrecadação dos royalties sem ter uma visão de futuro. Um dia o minério vai acabar e se não utilizar os recursos dos royalties, que são grandiosos, como será o futuro? Precisamos utilizar esse dinheiro para que nossos filhos e netos não fiquem dependentes da extração mineral que um dia irá acabar”, disse.

Inclusão de mulheres e minorias

Marilda Natal diz que tem como bandeira política a inclusão e empoderamento das mulheres e das minorias étnicas.

“Em todas as eleições que participei defendi a inclusão e o empoderamento da mulher e das minorias. Essa parcela da sociedade precisa participar da política de forma mais ativa. Precisamos trabalhar com afinco essa inclusão. Enfrentamos muitas dificuldades por aqui por ser uma região de migração”, explicou.

Ela disse que no início da vida pública suas principais bandeiras foram habitação, a defesa dos direitos das mulheres e das minorias.

“Sempre atue para melhorar a distribuição e a geração de renda no município. Mas que vemos hoje é uma cidade pequena, com uma população pequena e com muitos recursos que um dia acabarão, mas a população ficará. É preciso se preocupar com isso”, ressaltou.

Perfil

Marilda Natal ou Dra. Marilda, como é conhecida em Canaã dos Carajás, é advogada e natural do Paraná. Ela é filiada ao então PPS, hoje Cidadania, desde 2004, e já disputou duas vezes o cargo de prefeito e uma vez para deputada estadual. Ela é reconhecida na cidade por sua defesa incansável das causas sociais.

Tânia Eberhardt defende reaproximação das comunidades em Joinville (SC)

O Cidadania de Santa Catarina lançou a ex-vereadora Tânia Eberhardt como pré-candidata à prefeitura de Joinville nas eleições municipais de 2020. Tânia tem longa carreira de serviços públicos prestados e deverá ser a única mulher a disputar o cargo na cidade. Ela terá como missão oferecer uma alternativa para a sucessão municipal defendendo uma reaproximação com as comunidades e os anseios da cidade.

O objetivo principal da pré-candidata é oferece um olhar diferente do que os gestores municipais tiveram até o momento no maior município de Santa Catarina.

Perfil

Tânia Eberhardt, com uma longa carreira de serviços públicos prestados, exerceu mandato de vereadora, sendo também secretária municipal do Bem Estar, secretária da Saúde de Joinville. Posteriormente, foi secretária estadual da Saúde e também dirigiu o Hospital Regional de Joinville. Por onde passou deixou sua marca de competência e comprometimento com o serviço público.

Loreny Roberto defende transparência e eficiência na gestão de políticas públicas para Taubaté (SP)

O Cidadania de São Paulo lançou como pré-candidata à prefeitura de Taubaté a vereadora Loreny Roberto. A parlamentar é um dos grandes nomes do partido para a disputa municipal nas eleições de 2020. Loreny defende uma gestão pública eficiente e, sobretudo, transparente. Sua formação acadêmica é inteiramente voltada para a gestão de políticas públicas municipais.

“Como justificar ou negar a necessidade de ser transparente? Transparência deve ser obrigação dos ocupantes dos cargos públicos e se, o Executivo não normatiza, nós, Poder Legislativo podemos fazer. Eu discuto a legalidade sempre no plenário [da Câmara Municipal] ”, disse em 2017, ao ter seu projeto de transparência pública vetado inteiramente pela atual gestão da cidade.

Perfil

A vereadora de Taubaté (SP) Loreny Roberto é mestranda em Gestão e Desenvolvimento Regional na Universidade de Taubaté. Especialista em Controle da Gestão Pública Municipal (UFSC) e Bacharel em Gestão de Políticas Públicas (USP).

Co-criadora da Planus do Brasil, negócio social para o fortalecimento de cidades que atua implementando ferramentas de gestão democrática para os municípios (principalmente da Região Metropolitana do Vale do Paraiba com foco em processos participativos para transformação e ampliação das capacidades.

Tayana Dantas defende gestão compartilhada em VilaVelha (ES)

O Cidadania do Espírito Santo aposta na renovação política do estado e anunciou como pré-candidata a prefeita de Vila Velha a administradora Tayana Dantas para as eleições municipais de 2020. Ela é ativista e fundadora do movimento Vila Nova, que busca identificar os principais problemas da cidade e propor soluções em um plano de governo.

“O propósito do Vila Nova é entregar em 2020 o pensamento de uma nova cidade. A gente quer construir uma nova cidade, fazendo uma Vila Velha diferente do que é hoje, trazendo engajamento para a população, repensando coisas que achamos que ficaram muito para trás em relação até mesmo a Vitória [a capital do Espírito Santo]. Então, a gente quer reconstruir a cidade de forma colaborativa”, disse.

Tayana Dantas defende ainda o estabelecimento de uma gestão compartilhada no poder local.

“O prefeito ou a prefeita tem que primeiro ser uma pessoa que esteja disposta a gerir a cidade com as pessoas, não tão politicamente, mas compartilhadamente, e não ser só mais um líder solitário como é a política que tem sido feita até aqui”, ressaltou.

Perfil

Tayana Dantas começou sua vida profissional como atriz, roteirista e dramaturga aos 18 anos de idade. Atuou em diversos seriados de televisão, filmes de longa-metragem e peças de teatro. Também escreveu roteiros de peças, de filmes e de propagandas que venceram editais e prêmios nacionais. Logo após se formar, fundou sua empresa de Gestão de Marcas e conteúdos, a Vibe Marcas com Propósito, uma empresa que já começou com grandes clientes de porte nacional. Após adentrar o universo do empreendedorismo Tayana Dantas se especializou em Liderança Global pela THNK School of Creative Leadership em Lisboa, em Administração pelo Insper São Paulo e agora faz Mestrado em Segurança Pública.

Tayana já trabalhou nas áreas de marketing e gestão de empresas como Azul Linhas Aéreas, Shoppings Sá Cavalcante, UVV e Simplesmente. Atualmente engajada em galgar uma vaga como prefeita da cidade de Vila Velha, Tayana atualmente dirige seu discurso político contra os atuais vereadores do Município, os quais ela acusa de serem os mantenedores da situação de calamidade em que Vila Velha se encontra.

Any Ortiz quer oferecer nova proposta política para Porto Alegre

O Cidadania do Rio Grande do Sul sai na frente e projeta como pré-candidata à prefeitura de Porto Alegre nas eleições municipais de 2020 a advogada e deputada estadual, Any Ortiz. A parlamentar, caso eleita, será a primeira mulher a comandar a capital gaucha. Any Ortiz destacou que o objetivo é oferecer ao município uma possibilidade concreta de novas possibilidades para a sociedade, a qual anseia por um governo moderno e diferente do que foi visto até o momento.

“Porto Alegre nunca teve uma prefeita mulher. Temos aí a grande possibilidade. É importante, mas não só da eleição da mulher pela mulher, mas também saber qual tem o melhor projeto para a cidade. Nós queremos como partido apresentar uma possibilidade para a nossa cidade. Fico muito feliz de representar isso e de ver meu trabalho reconhecido na Assembleia através das urnas no passado, que é o momento de avaliação do trabalho”, disse.

Any Ortiz foi a quinta deputada estadual mais votada em Porto Alegre nas eleições de 2018 e a terceira em todo o estado, saindo de 8 para 25 mil votos em comparação as eleições de 2014.

Perfil

A deputada estadual pelo Cidadania do Rio Grande do Sul Any Machado Ortiz é advogada. Ela foi assessora do deputado estadual Luciano Azevedo na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Em 2008 concorreu, sem sucesso, a vereadora de Porto Alegre pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Em 2010, concorreu a deputada estadual pelo PSDB. Any obteve quase sete mil votos e não conseguiu se eleger. Nas eleições municipais de 2012 foi eleita vereadora de Porto Alegre pelo então PPS, hoje Cidadania, com 5 940 votos.

Na Câmara Municipal da capital, foi líder da bancada do seu partido, segunda secretária da Mesa Diretora, presidente da Escola do Legislativo e vice-presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana. Any também integrou a Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude, a frente parlamentar para criação de bairros e a que combate maus tratos contra os animais. Em 22 de dezembro de 2014, despediu-se da Câmara de Vereadores para assumir o mandato de deputada estadual. Ela foi eleita deputada com 22.553 votos.

Pré-candidata do Cidadania vai disputar município cearense envolvido em escândalo de estupro

O Cidadania do Ceará tem como pré-candidata a prefeita em Uruburetama a jornalista Roberta Philomeno. A presença de uma mulher na disputa pela prefeitura da cidade nas eleições de 2020 é simbólica, pois o município se viu recentemente envolvido em um escândalo no qual o médico e ex-prefeito, José Hilson de Paiva, estuprou diversas mulheres em consultas médicas.

Continue lendo

Pré-candidata do Cidadania vai disputar município cearense envolvido em escândalo de estupro

O Cidadania do Ceará tem como pré-candidata a prefeita em Uruburetama a jornalista Roberta Philomeno. A presença de uma mulher na disputa pela prefeitura da cidade nas eleições de 2020 é simbólica, pois o município se viu recentemente envolvido em um escândalo no qual o médico e ex-prefeito, José Hilson de Paiva, estuprou diversas mulheres em consultas médicas.

Roberta Philomeno afirmou, em entrevista ao Portal do Cidadania que a sua principal proposta de campanha será o “total resgate do município”. Ela destacou a sua ligação histórica com Uruburetama, já que o avô foi o primeiro prefeito do município e responsável por introduzir a energia elétrica na cidade, a segunda no estado a receber a benfeitoria. Ela lamentou a situação de descaso do município que há 30 anos sofre com a ingerência e a corrupção.

“De uns trinta anos para cá a cidade vem sendo saqueada pelos políticos. Uruburetama vem perdendo distritos e algumas pessoas, por conta do escândalo recente envolvendo o ex-prefeito, vem transferindo os seus títulos de eleitores para outras localidades. Tenho toda uma carreira profissional já consolidada, mas preciso fazer algo [pela cidade]”

Roberta Philomeno, pré-candidata do Cidadania em Uruburetama-CE

Resgate da autoestima

Roberta Philomeno disse que, caso eleita, realizará o resgate da autoestima do município que hoje, segundo ela, está em baixa. Ela defendeu melhorias na saúde e educação e afirmou que disponibilizará psicólogos para realizar um trabalho com as mulheres da cidade.

“Um povo que tem autoestima não aceita pessoas como o Dr Hilson. Vamos fazer um trabalho com psicólogos para resgatar a autoestima das mulheres da cidade e defender seu empoderamento. Mulheres informadas sabem o que está acontecendo ao redor. Baterei muito na tecla da educação sexual, porque muitas são estupradas e não entendem isso. As pessoas que estudam lá conseguem passar em vestibular de medicina, mas não conseguem cursar por falta de recursos. A saúde da cidade também está acabada. Temos muitos casos de doenças como Aids, sífilis e gonorreia. Enfim, começarei a minha gestão, se eleita, do zero. O objetivo é arrancar a parte podre da cidade, moralizar a máquina pública e tratar daquilo que a sociedade local pede e tem direito”, defendeu.

Perfil

Roberta Philomeno é natural de Fortaleza e graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará onde atualmente faz a sua segunda graduação em Direito. Trabalha desde 2004 no jornal O Povo e começou como repórter do caderno “Buchicho” do periódico, mas se dedicou vocacionalmente ao começar a assinar a coluna “Beleza”. Atualmente é uma profissional multimídia atuando na TV, rádio, internet e na mídia impressa.

Confira o perfil de outras pré-candidatas a prefeita do partido

Any Ortiz – Porto Alegre (RS)

A deputada estadual pelo Cidadania do Rio Grande do Sul Any Machado Ortiz é advogada. Ela foi assessora do deputado estadual Luciano Azevedo na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Em 2008 concorreu, sem sucesso, a vereadora de Porto Alegre pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Em 2010, concorreu a deputada estadual pelo PSDB. Any obteve quase sete mil votos e não conseguiu se eleger. Nas eleições municipais de 2012 foi eleita vereadora de Porto Alegre pelo então PPS, hoje Cidadania, com 5 940 votos.

Na Câmara Municipal da capital, foi líder da bancada do seu partido, segunda secretária da Mesa Diretora, presidente da Escola do Legislativo e vice-presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana. Any também integrou a Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude, a frente parlamentar para criação de bairros e a que combate maus tratos contra os animais. Em 22 de dezembro de 2014, despediu-se da Câmara de Vereadores para assumir o mandato de deputada estadual. Ela foi eleita deputada com 22.553 votos.

Tayana Dantas – Vila Velha (ES)

Tayana Dantas começou sua vida profissional como atriz, roteirista e dramaturga aos 18 anos de idade. Atuou em diversos seriados de televisão, filmes de longa-metragem e peças de teatro. Também escreveu roteiros de peças, de filmes e de propagandas que venceram editais e prêmios nacionais. Logo após se formar, fundou sua empresa de Gestão de Marcas e conteúdos, a Vibe Marcas com Propósito, uma empresa que já começou com grandes clientes de porte nacional. Após adentrar o universo do empreendedorismo Tayana Dantas se especializou em Liderança Global pela THNK School of Creative Leadership em Lisboa, em Administração pelo Insper São Paulo e agora faz Mestrado em Segurança Pública.

Tayana já trabalhou nas áreas de marketing e gestão de empresas como Azul Linhas Aéreas, Shoppings Sá Cavalcante, UVV e Simplesmente. Atualmente engajada em galgar uma vaga como prefeita da cidade de Vila Velha, Tayana atualmente dirige seu discurso político contra os atuais vereadores do Município, os quais ela acusa de serem os mantenedores da situação de calamidade em que Vila Velha se encontra.

Em suas redes sociais, divulgou que iria entregar um abaixo-assinado ao presidente da Câmara de Vereadores de Vila Velha, Ivan Carlini. O documento pede que o mesmo não seja mais candidato; porém, no dia anunciado, Tayana sequer apareceu nas dependências da CMVV, nem mandou nenhum representante.

Loreny Roberto – Taubaté (SP)

A vereadora de Taubaté (SP) Loreny Roberto é mestranda em Gestão e Desenvolvimento Regional na Universidade de Taubaté. Especialista em Controle da Gestão Pública Municipal (UFSC) e Bacharel em Gestão de Políticas Públicas (USP).

Co-criadora da Planus do Brasil, negócio social para o fortalecimento de cidades que atua implementando ferramentas de gestão democrática para os municípios (principalmente da Região Metropolitana do Vale do Paraiba com foco em processos participativos para transformação e ampliação das capacidades.

Tânia Eberhardt – Joinville (SC)

Tânia Eberhardt, com uma longa carreira de serviços públicos prestados, exerceu mandato de vereadora, sendo também secretária municipal do Bem Estar, secretária da Saúde de Joinville. Posteriormente, foi secretária estadual da Saúde e também dirigiu o Hospital Regional de Joinville. Por onde passou deixou sua marca de competência e comprometimento com o serviço público. Com informações da internet.