Nota oficial – Solidariedade a Manuela D’Ávila

Nós, mulheres e lideranças do Cidadania, recebemos com total horror o relato da jornalista e ex-candidata a vice-presidente do Brasil, Manuela D’Ávila, sobre os constantes ataques que ela e sua filha de apenas cinco aninhos vêm sofrendo de grupos de ódio de misoginia, de cunho extremista e fascista. Sabemos do enorme desafio que é ser uma liderança política feminina e a dura realidade da violência política de gênero e que um espaço onde nós somos violentadas e vilipendiadas jamais será verdadeiramente democrático. Em nome do Cidadania e da Secretaria Nacional de Mulheres 23, deixamos nossa solidariedade à Manuela, à pequena Laura, sua família e amigos.

Juliet Matos, Raquel Dias e Tereza Vitale
Secretaria Nacional de Mulheres do Cidadania

Eliziane Gama
Senadora pelo Maranhão e líder do bloco Senado Independente

Roberto Freire
Presidente Nacional do Cidadania