Para Alessandro Vieira, ‘estelionato eleitoral de Bolsonaro’ se confirma com intervenção na Petrobras

Senador diz que presidente foi eleito prometendo acabar com o Centrão e fazer um governo liberal, mas que está fazendo o contrário (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

O líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira (SE), reagiu na rede social à decisão do presidente Jair Bolsonaro de intervir na Petrobras com a troca do presidente da empresa,  Roberto Castello Branco, em oposição à política de reajuste de preços de combustíveis da estatal que acompanha a cotação do petróleo no mercado internacional. 

“Está confirmado o estelionato eleitoral de Bolsonaro. Eleito prometendo acabar com o Centrão, fortalecer a Lava Jato e fazer um governo liberal na economia, 2 anos depois ele está casado com o Centrão, destruiu a Lava jato e colocou um general para intervir na Petrobras. É Triste”, afirmou o parlamentar no Twitter.

Na última sexta-feira (19), Bolsonaro anunciou o general Joaquim Silva e Luna para assumir o lugar de Castello Branco. O anúncio ocorreu um dia depois de o presidente fazer críticas à gestão da Petrobras e às sucessivas altas no preço dos combustíveis.

Para que a substituição na presidência da Petrobras seja concretizada, a indicação ainda precisa do aval do Conselho de Administração da empresa. A estatal informa que o colegiado tem reunião ordinária prevista para terça-feira (23), mas pauta do encontro não foi divulgada.

Alessandro Vieira denuncia acordão para invalidar ações da Operação Lava Jato

Senador diz não ser verdade que ‘existiu algum tipo de armação’ na Lava Jato contra ‘político ou partido político’ para justificar a anulação da operação (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

O líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira (SE), denunciou nesta quarta-feira (10) a ‘movimentação’ em  Brasília visando um ‘verdadeiro acordão’ para invalidar ‘confissões, provas e condenação’ da Operação Lava Jato, e conclamou os brasileiros a reagirem para mostrar a verdade nas redes sociais.

“Querem que você esqueça os bilhões de reais roubados, as confissões, provas e condenações em troca de uma narrativa, uma mentira, que existiu algum tipo de armação contra algum tipo de político ou partido político, isso não é verdade”, aponta o parlamentar.

Alessandro Vieira disse que denunciava a manobra para garantir os direitos da população e a continuidade do combate à corrupção no País.

“Estamos no Senado Federal denunciando essa manobra e tentando permitir que você, cidadão brasileiro, tenha o direito a que nós todos sonhamos: um Brasil honesto, verdadeiro e justo pra todos. Você não pode ter mais um Supremo Tribunal Federal, um sistema político corrupto, que tenta alimentar esse tipo de narrativa fantasiosa.  Vamos reagir e vamos fazer de tudo dentro do nosso alcance”, afirma o senador.