Mato Grosso: força política em ascensão, Cidadania recebe 500 filiados

Presidente estadual do partido, Marco Marrafon comemora chegada dos vereadores Felipe Wellaton, pré-candidato a prefeito de Cuiabá, e Diego Guimarães e de mais 500 filiados; partido chega a 70% do eleitorado e disputará prefeitura nas 10 maiores cidades

Mato Grosso, no Centro-Oeste, promete ser um dos estados mais relevantes para o crescimento do Cidadania nas eleições de outubro, com perspectiva de 10 pré-candidaturas majoritárias e chapa completa de vereadores nos 20 principais municípios. A expectativa é do presidente estadual da sigla, Marco Marrafon, ex-secretário de Educação, após o fim do prazo de filiação.

“Depois de 15 anos sem vereador, temos agora a terceira maior bancada da capital, com dois expoentes do movimento de renovação, e mais de 500 filiados em todo o Mato Grosso. Temos presença agora junto a 70% do eleitorado”, diz Marrafon, ao comemorar os resultados de meses de trabalho dedicado à construção de uma alternativa democrática no estado.

Os dois vereadores a que ele se refere são o bacharel em direito e empresário Felipe Wellaton, pré-candidato do Cidadania à prefeitura de Cuiabá, e o mestre em Direito Ambiental, Diego Guimarães, que deve ser pré-candidato à reeleição. “Eles representam a juventude e a renovação que o Cidadania busca aliar à experiência. Trabalham com coerência e competência na oposição ao atual prefeito”, elogia.

Segundo Marrafon, o êxito nesse primeiro estágio do processo eleitoral é um exemplo importante para o Brasil. Isso porque um dos diferenciais da chapa de vereadores é sua diversidade de representantes. “Temos profissionais da Saúde, da Educação e da Segurança, empresários, gente ligada a movimentos de defesa dos direitos LGBTs e deficientes”, elenca.

O Cidadania no Mato Grosso conseguiu unir as convergências, diz ele. “Uma chapa mista e diversa formada por pessoas que querem fazer a diferença na política. Estamos mostrando que uma alternativa democrática, focada no resultado das políticas públicas, é possível. Não estamos preocupados com mimimi ideológico de internet e queremos distância das polarizações”, completa.

Além de Cuiabá, o partido deve ter pré-candidato a prefeito, entre outras cidades, em Sinop, onde o nome ainda está em definição, e Rondonópolis, onde o pré-candidato é o atual vice-prefeito Ubaldo Barros, formado em Física e em Direito.

Quem também se filiou, mas não tem candidatura definida é a gestora pública e líder feminista Cilbene Lobão. A maioria dos novos integrantes é oriunda do Protagonize, a exemplo do vereador Felipe Wellaton, um dos fundadores do movimento.

Protagonize

A exemplo de outros movimentos da sociedade civil, como RenovaBR e Agora, o Protagonize é um curso de formação política cuja proposta é reunir quadros da sociedade que ajudem a renovar e repensar o modo de fazer política.

Advogado, empresário e idealizador do Coletivo Cuiabá, trabalho filantrópico voltado para crianças carentes, Wellaton, expoente do Protagonize, fez parte da Raps (Rede de Ação Política pela Sustentabilidade) e idealizou o Protagonize replicando localmente a experiência de formação desses movimentos.

“Buscamos encontrar em cada um o seu propósito, sempre com foco no cidadão. Todo mundo teve oportunidade de ter palestrantes da esquerda e da direita, buscando, assim, trazer os extremos para o centro, quebrando preconceitos da política. O centro não é a ausência de posições, mas o fortalecimento do diálogo”, diz ele.

Como bandeira na disputa pela prefeitura de Cuiabá, o pré-candidato avisa que o foco será o combate à corrupção. “Temos mais de 100 obras inacabadas, pouco evoluímos na saúde básica, precisamos pensar a mobilidade urbana e devolver a cidade para as pessoas. Entregar resultado final para o cidadão, que é o principal ativo da política”, conclui.

Cidadania divulga nova logomarca do partido para dirigentes e filiados

A Executiva Nacional do Cidadania aprovou na última reunião do colegiado (veja aqui) a nova logomarca do partido. Com o objetivo de difundir o novo símbolo partidário, o presidente da legenda, Roberto Freire, solicitou a difusão da imagem para todos os dirigentes, filiados e militantes.

“Aos nossos dirigentes, filiados e militantes, aí está a nova logomarca do Cidadania 23 aprovada pela Comissão Executiva Nacional do Cidadania. A partir de agora, poderá ser amplamente difundida e utilizada pelas instâncias partidárias em todos os seus níveis (zonais, municipais, estaduais e nacional)”, comunicou Freire.

O presidente do Cidadania destacou ainda que a Comissão responsável pela criação da logomarca vai elaborar um “manual de aplicação”, para instruir a correta utilização do novo símbolo do partido. Ele disse ainda que partido irá realizará, em breve, o  lançamento oficial da logomarca.

“A comissão da marca está providenciando um manual de aplicação para que possa nortear nossos diretórios no uso correto em diversos materiais tais como botons, canetas, timbres, camisetas, muros, sites, blogs e redes sociais. Oportunamente, faremos um lançamento oficial em evento na liderança do Cidadania na Câmara Federal”, adiantou.

“Uma semente”

O coordenador da Comissão responsável pela criação da logomarca, Lairson Giesel, falou do trabalho desenvolvido pela equipe. Segundo ele, o resultado final representa “crescimento” e “algo novo”.

“A marca é o resultado de uma construção colaborativa de uma equipe formada por diversos profissionais da área de criação, de marketing, comunicação e mídias digitais. Após um mês de trabalho em cima do conceito que havia sido vencedor na votação dos estados, chegamos a esse resultado que é uma marca moderna, com cores diferentes dos demais partidos e muito na linha das marcas mais inovadoras no mercado. Ela [a logomarca] é uma alusão a uma árvore, que representa fartura e vida. Uma semente que está surgindo, uma coisa nova. Temos recebido um bom retorno do público nas redes sociais”, disse.

Manual de aplicação e identidade visual

A comissão ainda desenvolveu um Manual de Aplicação da Marca que orienta filiados, dirigentes estaduais e militantes a procederem com a confecção de materiais e substituição das marcas em seus diretórios. Também foram desenvolvidas variações para os movimentos setoriais do partido tais como a Secretaria Nacional de Mulheres (M23), o Movimento Igualdade 23, Diversidade23 e Juventude 23.

O manual e todas as variações estão disponíveis para download neste link.

Cidadania divulga nova logomarca do partido para dirigentes e filiados

A Executiva Nacional do Cidadania aprovou na última reunião do colegiado (veja aqui) a nova logomarca do partido. Com o objetivo de difundir o novo símbolo partidário, o presidente da legenda, Roberto Freire, solicitou a difusão da imagem para todos os dirigentes, filiados e militantes.

“Aos nossos dirigentes, filiados e militantes, aí está a nova logomarca do Cidadania 23 aprovada pela Comissão Executiva Nacional do Cidadania. A partir de agora, poderá ser amplamente difundida e utilizada pelas instâncias partidárias em todos os seus níveis (zonais, municipais, estaduais e nacional)”, comunicou Freire.

O presidente do Cidadania destacou ainda que a Comissão responsável pela criação da logomarca vai elaborar um “manual de aplicação”, para instruir a correta utilização do novo símbolo do partido. Ele disse ainda que partido irá realizará, em breve, o  lançamento oficial da logomarca.

“A comissão da marca está providenciando um manual de aplicação para que possa nortear nossos diretórios no uso correto em diversos materiais tais como botons, canetas, timbres, camisetas, muros, sites, blogs e redes sociais. Oportunamente, faremos um lançamento oficial em evento na liderança do Cidadania na Câmara Federal”, adiantou.

“Uma semente”

O coordenador da Comissão responsável pela criação da logomarca, Lairson Giesel, falou do trabalho desenvolvido pela equipe. Segundo ele, o resultado final representa “crescimento” e “algo novo”.

“A marca é o resultado de uma construção colaborativa de uma equipe formada por diversos profissionais da área de criação, de marketing, comunicação e mídias digitais. Após um mês de trabalho em cima do conceito que havia sido vencedor na votação dos estados, chegamos a esse resultado que é uma marca moderna, com cores diferentes dos demais partidos e muito na linha das marcas mais inovadoras no mercado. Ela [a logomarca] é uma alusão a uma árvore, que representa fartura e vida. Uma semente que está surgindo, uma coisa nova. Temos recebido um bom retorno do público nas redes sociais”, disse.

Manual de aplicação e identidade visual

A comissão ainda desenvolveu um Manual de Aplicação da Marca que orienta filiados, dirigentes estaduais e militantes a procederem com a confecção de materiais e substituição das marcas em seus diretórios. Também foram desenvolvidas variações para os movimentos setoriais do partido tais como a Secretaria Nacional de Mulheres (M23), o Movimento Igualdade 23, Diversidade23 e Juventude 23.

O manual e todas as variações estão disponíveis para download neste link.