Eliziane Gama fala sobre núcleos para investigar dados obtidos pela CPI da Pandemia e próximos depoimentos

Reverendo Amilton e Francisco Maximiano serão ouvidos pela comissão na retomada dos trabalhos da comissão após o recesso parlamentar (Foto: Reprodução/GloboNews)

Mesmo durante o recesso parlamentar, a CPI da Pandemia não para de trabalhar e definiu ontem (25) os próximos depoimentos. A líder do bloco parlamentar Senado Independente e representante da bancada feminina na comissão, Eliziane Gama (Cidadania-MA), integra os grupos criados para analisar os documentos obtidos pela CPI até agora.

Em entrevista à GloboNews neste domingo (veja aqui), a parlamentar  do Cidadania disse que na retomada dos trabalhos após o recesso parlamentar, a CPI deve ouvir os depoimentos do reverendo Amilton Gomes de Paula – quem abriu as portas do Ministério da Saúde para que representantes da Davati Medical Supply fizessem uma proposta bilionária para vendas do imunizante da Astrazeneca – e de Francisco Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos, empresa que intermediou negociações  para aquisição da vacina indiana Covaxin.

“Na terça-feira [03/08] teremos a votação de vários requerimentos e a partir dessa aprovação teremos o agendamento para [o depoimento] quinta-feira [05/08], fechando assim a primeira semana de retorno das atividades  da CPI após o recesso parlamentar”, prevê Eliziane Gama.