Simone: Nossa prioridade número 1 é erradicar a fome e acabar com a miséria

Ao comentar estudo sobre a insegurança alimentar no Brasil, candidata diz que é possível acabar com a pobreza e a desigualdade com coragem e comprometimento (Foto: Divulgação)

A candidata a presidente da coligação Brasil para Todos (MDB, Cidadania, PSDB e Podemos), Simone Tebet (MDB), disse nas redes sociais (veja abaixo) que a prioridade número 1 caso seja eleita é erradicar a fome e acabar com a miséria, ao comentar estudo da PENSSAN (Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar) apontando que três em cada dez famílias brasileiras enfrentam algum nível de falta de alimentos e passam fome.

“A insegurança alimentar cresce no Brasil. No último estudo da Rede PENSSAN, foi constatado que três em cada dez famílias enfrentam algum nível de falta de alimentos e passam fome. Dentre elas, a maior proporção está no Norte e Nordeste, e a maior concentração, no Sudeste, região mais rica do Brasil”, escreveu a candidata.

Em números absolutos, são 125,2 milhões em insegurança alimentar, de acordo com o estudo. Alagoas é o estado em que os casos de insegurança alimentar grave são mais frequentes, atingindo 36,7% das famílias pesquisadas.

“Triste realidade! Sabemos que nada é mais urgente que a fome. Por isso, nossa prioridade número 1 é erradicar a fome, diminuir a pobreza e as desigualdades e acabar com a miséria. É possível, com coragem e comprometimento”, afirmou Simone.

Apesar de proporcionalmente atingir mais as regiões Norte e Nordeste, a maior concentração de pessoas que passam fome em números absolutos está no Sudeste, região mais populosa do País.

Os dados são puxados principalmente por São Paulo, com 6,8 milhões de pessoas em insegurança alimentar grave, e pelo Rio de Janeiro, com 2,7 milhões na mesma situação.

Considerando toda a população em insegurança alimentar (leve, moderada ou grave), São Paulo também lidera, com 26 milhões, seguido por Minas Gerais, com 11,2 milhões. (Com informações do G1)

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment