No Piauí, Cidadania e Podemos aprofundam conversas para definição da chapa majoritária

O Cidadania e o Podemos poderão fazer uma coligação para as eleições de outubro, compondo a chapa majoritária. A definição deverá acontecer nos próximos dias e é resultado de várias reuniões do pré-candidato a governador pelo Cidadania, professor Washington Bonfim, com o ex-senador João Vicente Claudino e dirigentes do Podemos, entre os quais o presidente estadual da sigla, Egídio Ismael. Agora, restam as definições nacionais, especialmente sobre as federações, envolvendo os dois partidos.

De acordo com o professor Washington, a tendência natural é a união entre os dois partidos no Piauí, como bem definiu o presidente regional do Podemos, Egídio Ismael: “Não iremos com o PT, nem com o PP. Nosso caminho natural, então, é marcharmos junto com o Cidadania, fazer uma composição com o professor Washington”.

O pré-candidato do Cidadania também avalia que essa chapa envolvendo os dois partidos e outros que podem agregar é muito competitiva e vai ser a verdadeira oposição ao que esta aí: “O que estamos vendo hoje é a tentativa de se construir uma falsa polarização entre o grupo comandado pelo governador e o do ministro da Casa Civil, como se fossem adversários. Ora, o partido do ministro ocupa secretaria no governo. O objetivo final de toda essa articulação é que não haja candidato de oposição e esse grupo se mantenha no poder sem ter adversário, se reunindo depois da eleição”.

Washington Bonfim concluiu afirmando que nas conversas que teve com o ex-senador João Vicente ficou claro o desejo mútuo de promoverem uma grande mudança na forma de administrar o Estado: “Vamos juntar nossa experiência na administração pública com a experiência do ex-senador na iniciativa privada, ouvir as demandas da população e promover as mudanças que forem necessárias para melhorar a vida das pessoas”.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment