Nota do Cidadania em homenagem ao Dia do Professor

Neste Dia do Professor, o Cidadania saúda a todos esses profissionais que inspiram diariamente em crianças e adolescentes a vontade de aprender, a força para seguir em frente, apesar das adversidades, e um mundo de oportunidades que só a Educação pode oferecer.

Eles que têm sido alvos preferenciais nestes tempos bolsonaristas, dominados pelo anti-iluminismo, em que os idiotas perderam a modéstia e a ignorância arrogante infiltrada na máquina pública dirige as políticas setoriais.

Não são heróis, são seres humanos, com necessidades e limitações, que se superaram durante a pandemia para fazer a sua parte no combate ao aprofundamento da desigualdade social que virá, apesar de seus esforços pessoais, em razão da inépcia do governo federal.

É tarefa urgente do pós-pandemia recuperar o déficit de aprendizagem deste período, oferecendo aos nossos professores o apoio necessário, a começar por tirar do papel os R$ 3,5 bilhões aprovados pelo Congresso para garantir internet na rede pública.

O caminho de reconstrução será longo, mas o pesadelo está perto do fim. Este não é o Brasil de Bolsonaro, aprisionado por meias verdades e mentiras inteiras. Este é o Brasil de Paulo Freire, que fez 100 anos em setembro e segue vivo num projeto de nação em que a Educação é que liberta.

Cidadãos com consciência crítica têm nela a sua arma.

E um povo lido, sim, jamais será escravizado.

Aos educadores brasileiros, o nosso muito obrigado!

Roberto Freire
Presidente Nacional do Cidadania

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment