19 Anos sem Karol Wojtyla: Recordando o Legado de João Paulo II

A jornada rumo ao sacerdócio e, eventualmente, ao cargo superior de Papa, foi marcada por coragem e devoção

Karol Jozef Wojtyla, conhecido como Papa João Paulo II, faleceu no Vaticano em 2 de abril de 2005, aos 85 anos, e recebe diversas homenagens de líderes mundiais e instituições, com concertos, missas e visitas ao seu túmulo, para relembrar do seu compromisso com a fé, justiça e diálogo inter-religioso e as histórias deixadas para trás.

Sua história

Nascido em Wadowice, Polônia, em 18 de maio de 1920, João Paulo II enfrentou desafios desde cedo, trabalhando em uma pedreira e em uma fábrica de produtos químicos durante a Segunda Guerra Mundial. Sua jornada rumo ao sacerdócio e, eventualmente, ao cargo superior de Papa, foi marcada por coragem e devoção. Em 13 de janeiro de 1964, foi nomeado Arcebispo de Cracóvia e, rapidamente, chamou a atenção do Vaticano, sendo nomeado Cardeal em 26 de junho de 1967. Em 16 de outubro de 1978, tornou-se o 264°Papa, assumindo o nome de João Paulo II.

Pelo mundo

João Paulo II viajou incansavelmente pelo mundo, realizando 104 viagens apostólicas e 146 visitas pastorais à Itála. Tornou-se conhecido entre os jovens por seu projeto Jornadas Mundiais da Juventude, um marco caracterizado por sua dedicação aos fiéis. Além disso, promoveu os valores familiares e a união entre os povos com diversos projetos, incluindo os Encontros Mundiais das Famílias, iniciado em 1994.

Durante sua jornada, realizou uma visita histórica ao Brasil, aquecendo o coração dos brasileiros. Sua primeira visita ao país ocorreu em 1980, quando desembarcou em Brasília e iniciou uma jornada pelo Brasil. Sua visita foi um evento de grande significado para o povo brasileiro, que o recebeu com entusiasmo e devoção. Milhões de fiéis se reuniram para testemunhar sua presença e receber sua bênção, enchendo as ruas por onde passava.

Celebrou missas, encontrou-se com líderes religiosos e autoridades governamentais, e fez questão de visitar comunidades carentes, demonstrando sua preocupação com os mais vulneráveis, deixando sua mensagem de amor, paz e solidariedade, unindo pessoas de diferentes origens e crenças em um momento de comunhão e reflexão.

19 anos sem João de Deus

Desde sua morte, milhões de peregrinos viajaram para Roma para prestar homenagem a João Paulo II, testemunhando seu impacto em suas vidas e sua influência na história. Marcado por seu legado de compaixão, diálogo e compromisso com os mais necessitados, continua a inspirar pessoas de todas as fés ao redor do mundo. Enquanto recordamos os 19 anos desde sua partida, renovamos nosso compromisso com os valores que ele defendia: justiça, paz e amor ao próximo. (Jornal de Brasília – 03/04/2024)

Renata Bueno é uma parlamentar ítalo-brasileira nascida em 1979 em Brasília. Conhecida por seu envolvimento na política e na defesa dos direitos dos descendentes de italianos no Brasil. Renata Bueno foi eleita deputada federal em 2010, sendo a primeira mulher eleita pelo Partido Socialista Italiano (PSI) fora da Itália. É advogada e empresária, com o Instituto Cidadania Italiana e Mozzarellart

Leia também

Cachorros, o “cerco e aniquilamento” da cúpula do PCB

NAS ENTRELINHASSeverino Theodoro de Mello, o Pacato, militante histórico...

A Europa começa a respirar novamente

A Democracia dá sinais claros de resistência no Velho...

Atropelos em série

Lula está se dando conta de que o desafio ao ser eleito presidente não era bloquear a extrema direita bolsonarista: era fazer o País ingressar em outra rota.

Um alerta para o risco de estrangulamento fiscal

Pelo lado das receitas, as medidas aprovadas em 2023, surtiram efeito na arrecadação de 2024. No entanto, muitos dos resultados não se sustentam no futuro.

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!