Um alerta contra as crises

O Brasil tem vivido, nos últimos dez anos, uma sucessão de crises políticas e sociais. Esquematicamente:

  • 2013
    Centenas de milhares de pessoas vão às ruas de várias capitais do país para protestar contra as notórias carências em matéria de políticas públicas. O movimento de massas só recuou após a entrada em cena dos chamados black blocs.
  • 2014
    Tem início a Lava Jato, que levaria à prisão figurões da política e do mundo empresarial, sob a acusação de corrupção.
  • 2016
    Impedimento da então presidente da República, Dilma Rousseff.
  • 2018 / 2022
    Eleição de Jair Bolsonaro, que faria um governo conturbado.
  • 2023
    Explosão de um movimento de caráter insurrecional em Brasília, apenas uma semana após a posse de Lula da Silva na Presidência da República. Não houve golpe militar porque as Forças Armadas se recusaram a embarcar em aventuras. O episódio ainda permanece com pontos obscuros.

É preciso cautela, portanto. Apostar em um cenário polarizado pode levar o país para o imponderável, no momento de ascensão das forças do retrocesso no mundo.

As próximas eleições municipais deveriam nos fazer refletir um pouco mais sobre isso.

Leia também

Deputados anistiam multas nas prestações de contas dos partidos

A Transparência Partidária estima que o montante total das multas pode chegar a R$ 23 bilhões.

Os últimos dias do reinado de Lira

Lira precisa do apoio de Bolsonaro e do PL para eleger seu candidato a presidente da Câmara, Elmar Nascimento, o que explica a sua agenda contraditória.

Ao negociar dívidas, Pacheco empareda o governo

Haverá uma queda de braços entre a Fazenda e os governadores, principalmente Tarcísio de Freitas (SP), Romeu Zema (MG), Cláudio Castro (RJ), Eduardo Leite (RS) e Ronaldo Caiado (GO).

Tudo começou com Luís XIV: “O Estado sou eu”

Na Presidência, Bolsonaro comportou-se como se fosse a personificação do Estado, imaginou que os presentes que recebeu na Arábia Saudita fariam parte do seu patrimônio pessoal.

A Europa começa a respirar novamente

A Democracia dá sinais claros de resistência no Velho...

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!