Nota de repúdio do Cidadania à invasão da Assembleia Legislativa

Entre estarrecido e indignado, o partido Cidadania em Goiás vêm a público manifestar o seu mais firme repúdio aos atos de barbarismo promovidos ontem por militantes radicalizados ligados ao agronegócio ao invadirem o plenário da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, ontem, 22/11/2022, sob o pretexto de manifestarem seu inconformismo com matéria em trâmite que julgaram prejudicial a seus interesses.

Faz parte do jogo da democracia haver pressões e contra-pressões em momentos de votações nos parlamentos. Até aí, nada a reparar. Porém, quando se apela para a violência, com a irrupção brutal no plenário; e para ameaças, aos gritos de “Uh, vai morrer!”, a situação muda de figura e passa a configurar um ataque aberto a uma das principais instituições da democracia pela qual tanto lutamos e pela qual tantas e tantos deram seu sangue e suas vidas para conquistar.

Independentemente do tema em debate, invadir o plenário onde se reúnem os representantes eleitos pelo povo na tentativa de coagir os seus votos e posicionamentos não se justifica e constitui grave atentado à democracia e não deve ser tolerado nem considerado como um ato banal de oposição.

A mesma democracia que defende direitos deve saber se defender, não titubear e punir severamente aqueles que pela força pretenderem manipular desfechos no Poder Legislativo.

Este firme posicionamento do partido Cidadania se deve a não considerarmos coincidência que o mesmo segmento que vem fomentando e financiando a desordem e a arruaça bloqueando rodovias venha agora promover violência contra o parlamento goiano. Ambas movimentações fazem parte de uma visão antidemocrática da política e da vida em sociedade que prega a intolerância, o medo e o retorno a um infâme regime ditatorial que deveria permanecer apenas nos livros de história.

O Cidadania, zeloso pela nossa democracia, chama a atenção de todas as forças e personalidades democráticas para se posicionarem contra tais atentados e assim impedirmos o avanço do extremismo na política em Goias.

Goiânia, 23 de novembro de 2022.

Gilvane Felipe
Presidente do Cidadania em Goiás

Leia também

“Falta a bússola para o governo Lula”, afirma Cristovam Buarque

O vice-presidente nacional do Cidadania, ex-senador Cristovam Buarque (DF),...

Quatro deputados do Cidadania concorrem ao Prêmio Congresso em Foco

Quatro deputados federais do Cidadania estão concorrendo ao Prêmio...

Cidadania do Rio de Janeiro apoia reeleição de Eduardo Paes

A Executiva Municipal do Cidadania do Rio de Janeiro...

Cidadania e PSDB debatem detalhes sobre as conveções

O presidente nacional do Cidadania, Comte Bittencourt, e o...

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!