Congresso aprova emenda de Eliziane Gama à LDO que garante vacinas para todos os brasileiros

Outra emenda da senadora na lei orçamentária vai permitir a transferência de recursos para atender mulheres em situação de vulnerabilidade social (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

O Congresso Nacional aprovou, nesta quarta-feira (16), a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2021 com emenda da líder do Cidadania no Senado, Eliziane Gama (MA), que garante ações necessárias à disponibilização de vacinas seguras e eficazes para a imunização de toda população brasileira contra a Covid- 19.

Na proposta original do governo de prioridades e metas da LDO, estava previsto imunizar pouco mais de 24 milhões de brasileiros em 2021. A emenda aprovada da senadora do Cidadania ampliou a cobertura da população, contemplando todos os 211 milhões de brasileiros. 

Em sua conta do twitter, a parlamentar disse que “cada cidadão imunizado representa no mínimo um brasileiro a menos doente ou hospitalizado”. A emenda acrescenta ainda a urgência para a imunização dos brasileiros contra o novo coronavírus.

“Cada pessoa vacinada é um a mais estimulando a economia, um funcionário a mais com seu emprego garantido, um agente de público a mais prestando seus serviços de qualidade à população, seja na segurança pública, educação, saúde, e, principalmente, um membro de uma família que poderá voltar ao convívio e afeto de seus entes queridos. É obrigação do Estado garantir de forma indiscriminada a segurança e saúde de toda a população”, afirma a líder.

Mulheres em situação de vulnerabilidade

Outra emenda de Eliziane Gama aprovada na LDO permite a transferência de recursos para as entidades privadas sem fins lucrativos que atuam no atendimento às mulheres adultas em situação de vulnerabilidade social, risco pessoal e social.

“O combate à violência contra mulheres deve ser nossa prioridade. A emenda é relevante em razão do aumento no número de violência contra à Mulher em idade adulta, agravada pelo período de isolamento social decorrente da Pandemia da Covid-19”, destaca o senadora.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário