Desafios da Educação no Brasil são tema de debate entre dirigentes do Cidadania

Durante encontro virtual, os participantes afirmaram a necessidade de reforçar investimentos no ensino para combater as desigualdades

Nesta terça-feira (28), dirigentes do Cidadania participaram de uma videoconferência para discutir os desafios da Educação no Brasil. O organizador do encontro e coordenador do Diversidade 23, Eliseu Neto, mostrou preocupação com a qualidade do ensino. A advogada e dirigente partidária, Mariana Rocha, mediou a evento virtual.

Para Neto, é fundamental incluir o debate sobre a inclusão nas escolas. “Dizem que a função do professor é ensinar e não educar. Isso não é verdade. O maior investimento que devemos fazer é na Educação. A escola tem que preparar o professor para isso. Não podemos admitir censura. Professor tem que ter liberdade”, defendeu.

Na avaliação do ex-senador Cristovam Buarque, a educação deve ser vista como um vetor de progresso social. “Quando uma criança deixa a escola, perdem o País e toda a humanidade. Está faltando essa consciência. Precisamos garantir um bom sistema e boas escolas. Infelizmente não temos”, afirmou.

A defesa de uma educação de qualidade também foi abordada pelo ex-secretário de Educação do Distrito Federal Rafael Parente. “O desafio é garantir qualidade do ensino, voltada para a construção de um País mais justo. Enquanto não fizermos, as escolas reproduzirão as desigualdades sociais, humanas e políticas”, disse.

Durante o debate, o especialista em mídias digitais e professor da Universidade da Virgina (EUA), David Nemer, falou sobre o uso da tecnologia na Educação. Para ele, as plataformas digitais não devem se sobrepor ao ensino presencial. “Vemos hoje na pandemia uma fé cega na tecnologia como forma de suprir falhas na Educação, algo que apenas amplifica as desigualdades. Estamos longe de desenvolvermos uma plataforma digital onde as pessoas podem se educar de acordo”, reforçou.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário