Carmen Zanotto destaca função social da Arquitetura

“Contratar um arquiteto não é despesa, é investimento”, diz a parlamentar catarinense (Foto: Robson Gonçalves)

Durante sessão solene realizada nesta quinta-feira (19) na Câmara dos Deputados, a deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania-SC) destacou a grande contribuição dada pela Arquitetura para que as pessoas possam ter uma vida melhor, principalmente, aquelas com alguma dificuldade de locomoção.

O reconhecimento foi feito pela parlamentar durante homenagem que a Casa prestou a arquitetos e urbanistas de todo o Brasil, incluindo o mestre Oscar Niemeyer.

“Contratar um arquiteto não é despesa, é investimento. Nós esquecemos que vamos envelhecer, que há pessoas entre nós com dificuldade de locomoção. E é preciso construir a porta de um banheiro com as dimensões apropriadas para entrar uma cadeira de roda. E nesse aspecto, são os arquitetos que pensam nisso e nos proporcionam a adaptação necessária para melhorar a vida de todos”, ressaltou a deputada catarinense.

Carmen Zanotto disse também que as cidades precisam ter acessibilidade, serem mais seguras e adaptadas a todo tipo de público. E que as associações e conselhos das profissões estão atentos as estas demandas.

“Não podemos divergir da importância dos conselhos profissionais. São os conselhos que zelam pela qualidade, pelo bom exercício profissional e pela segurança. Não podemos fragilizar estas entidades”, defendeu.

A parlamentar do Cidadania elogiou ainda o arquiteto Oscar Niemeyer.

“A homenagem a Oscar Niemeyer que inspira tantos arquitetos e urbanistas deste país, tantos homens e jovens profissionais que têm nele o espelho da boa arquitetura, o espelho da segurança, das belas curvas, que fazem a nossa arquitetura mais humanizada e que transformam ferro e concreto em arte”, disse.

Leia também

O trauma do aborto é um segredo das famílias brasileiras

Foi imediata a reação contrária da opinião pública, pelas redes sociais e nas ruas, à tentativa de criminalizar o aborto de crianças vítimas de estupro com penas de até 20 anos.

IMPRENSA HOJE

Veja as manchetes dos principais jornais hoje (17/06/2024)

Cidadania define critérios de distribuição do fundo eleitoral

A Executiva Nacional do Cidadania definiu neste sábado os...

Nota de repúdio – Não ao PL que criminaliza as vítimas de estupro

A Secretaria Nacional de Mulheres do Cidadania - M23...

M23 de Minas gerais realiza encontro neste sábado

O M23 Cidadania de Minas Gerais realiza neste sábado...

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!