Arnaldo Jardim rechaça proposta de aumento de imposto sobre etanol

O parlamentar disse que ficou frustrado com a informação de que o governo pretende unificar todas as alíquotas de impostos incidentes sobre combustíveis (Foto: Robson Gonçalves)

O deputado federal Arnaldo Jardim (Cidadania-SP) defendeu nesta quarta-feira (20), em reunião da Comissão de Minas e Energia da Câmara, que seja discutida a questão tributária paralelamente à regulamentação da venda direta de etanol pelas usinas. O parlamentar revelou que ficou frustrado com uma reunião recente no Ministério da Economia, quando ele foi informado que o governo pretende unificar todas as alíquotas de impostos incidentes sobre combustíveis, igualando as taxas que recaem sobre o etanol às da gasolina, o que impactará severamente os produtores de combustível limpo.

“Em São Paulo, conseguimos a menor taxação do Brasil sobre o etanol”, lembrou o parlamentar do Cidadania.

Todo o movimento em prol dessa conquista ficará perdido se o governo mantiver sua proposta. Jardim defendeu ainda que a ANP (Agência Nacional de Petróleo) construa novos critérios para a liberação de mais distribuidoras para, segundo o deputado, aumentar a concorrência no setor.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário