Invocar “novo AI-5” é atentar contra a Constituição, diz Rubens Bueno sobre declaração de Eduardo Bolsonaro

O vice-presidente do Cidadania, deputado federal Rubens Bueno (PR), classificou nesta quinta-feira (31) de “um atentado contra a Constituição” a afirmação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que em entrevista cogitou a edição de um novo AI-5 para conter a radicalização da esquerda e manifestações contra o governo no país.

“Trata-se de uma estupidez política, uma ameaça de golpe que precisa ser rechaçada por todos os democratas. Invocar o AI-5 é atentar contra a nossa Constituição que rejeita qualquer instrumento de exceção. Somos um Estado Democrático de Direito e um parlamentar não pode nem mesmo aventar uma possibilidade desse tipo. Creio que cabe até uma reprimenda pública por parte da Câmara ao deputado Eduardo Bolsonaro”, afirmou Rubens Bueno.

Para o parlamentar, declarações como a de Eduardo Bolsonaro mostram que sua família tem dificuldade para encarar o debate democrático e, vez por outra, ameaça recorrer a instrumentos autoritários.

“Somente nesta semana Eduardo Bolsonaro flertou com a volta da ditadura duas vezes ao defender um novo AI-5 e o ataque duro da polícia contra manifestantes. Os que pensam que vão passar por cima da Constituição, do Parlamento, do Judiciário e das forças democráticas deste país estão muito enganados”, reforçou o deputado.

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment