“Novo AI-5”: Não vamos admitir retrocessos, afirma Alessandro Vieira

“A defesa de soluções autoritárias é um reflexo do profundo despreparo de alguns”, disse o senador sobre a declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), reagiu à entrevista em que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) defendeu a edição de um novo AI-5 (Ato Institucional número 5) para conter a “radicalização da esquerda”.

O AI-5 foi editado pela ditadura militar (1964-1985) e impôs ao Brasil um recrudescimento do regime de restrições democráticas.

“A defesa de soluções autoritárias é um reflexo do profundo despreparo de alguns, que se mostram incapazes para enfrentar uma disputa democrática de ideias e argumentos. Já vivemos uma ditadura. Qualquer análise equilibrada aponta os profundos danos sofridos pela sociedade brasileira. Não vamos admitir retrocessos.”

Leia também

IMPRENSA HOJE

Veja as manchetes dos principais jornais hoje (20/05/2024) MANCHETES DA...

Um novo desafio do SUS para Nísia Trindade

NAS ENTRELINHASO Ministério da Saúde está diante de outro...

Lula já politizou socorro aos gaúchos

NAS ENTRELINHASLula e Leite têm um adversário comum, Jair...

IMPRENSA HOJE

Veja as manchetes dos principais jornais hoje (17/05/2024) MANCHETES DA...

Cidadania investe em lideranças femininas em Niterói, RJ

Num encontro memorável os respectivos presidentes nacional e estadual...

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!