Prévia da inflação oficial, IPCA-15 fica em 0,09% setembro

O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços as Consumidor Amplo 15), prévia da inflação oficial, ficou em 0,09% em setembro, divulgou nesta terça-feira (24) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O índice acumula 0,26% no terceiro trimestre, 2,6% no ano e 3,22% em 12 meses.

A taxa se manteve igual ao mesmo período do ano passado e maior da que foi registrada em agosto deste ano, quando ficou em 0,08%. O principal responsável pela inflação foi o grupo de despesas em habitação, com alta de 0,76% influenciado também pelo aumento do custo com energia elétrica, de 2,31%.

Além desse grupo, o de vestuário também causou impacto na inflação com alta de 0,58%. No caminho inverso foram registradas deflações no setor de alimentos e bebidas, com queda de 0,34%. Nesse grupo foram identificadas quedas no tomate (-24,83%), cenoura (-16,11%), hortaliças e verduras (-6,66%), frutas (-0,93%) e carnes (-0,38%).

O IPCA-15 é uma prévia do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), o indicador oficial da inflação no País. Como realiza a medição de preços em um período não calculado pelo IPCA, mostra qual será a tendência do resultado do final do mês. (Com informações do IBGE e agências de notícias)

Leia também

IMPRENSA HOJE

Veja as manchetes dos principais jornais hoje (24/06/2024)

Equilíbrio fiscal: um desafio global

A IFI - Instituição Fiscal Independente brasileira participou do...

Universidade não é fábrica

A greve pode ser legítima, mas não é compatível...

O supremacismo branco disfarçado na política

Uma das causas é a dificuldade dos candidatos negros de acessarem recursos para suas campanhas eleitorais e, consequentemente, se elegerem.

Toffoli embanana julgamento do porte de maconha

Presidente do Supremo, Barroso fez questão de esclarecer que o STF considera, “tal como a legislação em vigor”, que o porte e consumo pessoal de drogas são atos ilícitos.

Informativo

Receba as notícias do Cidadania no seu celular!