Sob a presidência de Marcelo Calero, Câmara comemora relações entre Brasil e Santa Sé

O deputado federal Marcelo Calero (Cidadania-RJ) presidiu, nesta sexta-feira (14) sessão solene em homenagem aos 190 anos do estabelecimento da Nunciatura Apostólica no Brasil e ao acordo entre o País e a Santa Sé.

“Núncio é o embaixador do papa junto a um país. O Brasil foi prestigiado porque foi o primeiro País da América Latina a receber o embaixador do papa”, explicou o parlamentar após a solenidade.

Já o tratado completa dez anos e foi importante porque regulou as relações entre a Igreja Católica e o Brasil.

“É muito importante que a gente veja essas relações do nosso país com a igreja também do ponto de vista afetivo. A gente não pode se esquecer que a Igreja Católica, por meio de suas redes de educação, saúde e assistência social está presente no cotidiano das famílias brasileiras”, observou Calero.

O deputado do Cidadania salientou que a sessão solene da Câmara foi uma oportunidade para celebrar também “a importância da Igreja Católica na formação da identidade civilizatória, de princípios e valores do Brasil e das famílias e cidadãos de forma individual”.

Estiveram presente na sessão o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; o presidente da CNBB (Confederação Nacional do Bispos do Brasil)  dom Leonardo Stein; o arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno; o padre Marcus Vinicius, da Comissão de Regulamentação do Acordo do Brasil com a Santa Sé; Carlos Mathias, ex-ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça); o professor doutor Virgílio Caixeta Arraes, que falou sobre os aspectos históricos das relações entre Brasil e a Santa Sé, além da presidente da Ordem dos Capelães do Brasil, Elizabeth Lilian Ferraz Vitorino, que entregou uma medalha ao deputado Marcelo Calero.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário