A pedido de Alessandro Vieira, comissão vai discutir irregularidades nos fundos de pensão

Irregularidades nos fundos de pensão das empresas públicas e maneiras de garantir mais efetividade e transparência a sua gestão serão discutidas em audiência pública da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, em data a ser agendada. O requerimento, de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), foi aprovado nesta terça-feira (14) pelo colegiado.

Em abril, a força-tarefa da “Operação Greenfield”, em Brasília, denunciou 13 pessoas por envolvimento em um esquema de fraudes milionárias praticadas no Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Trendbank, a partir de recursos do Postalis e da Petros, fundos de pensão dos Correios e Petrobras, respectivamente.

Entre os acusados pelo Ministério Público do Distrito Federal estão o ex-presidente da Postalis, Alexej Predtechensky; os ex-presidentes da Petros, Wagner Pinheiro de Oliveira e Luiz Carlos Afonso; e o ex-presidente do Trendbank, Adolpho Mello Netto, além de outros ex-dirigentes, assessores e empresários ligados aos bancos Finaxis, Planer e Santander.

Convidados

Entre os convidados sugeridos para o debate estão representantes do Fundo de Pensão Petros; do Fundo de Pensão da Postalis; do Fundo de Pensão Funcef, da Caixa Econômica Federal, e da força-tarefa da Operação Greenfield, deflagrada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal em 2016 para apurar desvios em fundos de pensão. (Com informações da Agência Senado)

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário