59 anos: Paula Belmonte defende uma Brasília menos desigual

Na sessão solene que comemorou os 59 anos de Brasília, nesta segunda-feira (15), a deputada federal Paula Belmonte (DF) disse que a cidade é a concretização de um sonho que precisa continuar até que sejam conseguidas oportunidades de trabalho para os que precisam, menos desigualdades e dignidade para todos.

“Temos pessoas com potencial e garra para levar esse sonho adiante”, salientou.

Paula chegou a Brasília com três anos de idade. No discurso feito na Câmara, ela saudou os trabalhadores que vieram construir a cidade os que nela nasceram e aqueles que adotaram a capital como sua terra natal.

“A união de esforços, coragem e culturas formou uma cidade diversa, rica e que criou uma identidade própria”, disse a deputada.

Ao falar das dificuldades enfrentadas pelos brasilienses, a parlamentar repudiou a desigualdade, a fome e a miséria que grassam em muitas regiões de Brasília.

“Muito perto do Congresso Nacional, há famílias enfrentando a pobreza e a falta de creches, há crianças sofrendo violência e jovens sem emprego”, afirmou.

Segundo Paula Belmonte, falta muito para que crianças e jovens possam desfrutar de tudo o que Brasília tem a oferecer.

A parlamentar defendeu educação de qualidade e qualificação profissional para as crianças e jovens, além de oportunidade para que a vocação inovadora de Brasília floresça. Paula quer uma cidade mais próspera, justa e acolhedora.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário