Roberto Freire destaca os 32 anos da implantação do SUS no País

‘Um dos votos que me orgulha como constituinte de 1986/1988  é o da criação do SUS’, afirma o presidente do Cidadania (Foto: Reprodução)

O presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, destacou na rede social os 32 anos de implantação do SUS (Sistema Único de Saúde), que garantiu a universalização e o acesso gratuito da população brasileira a diversos serviços de saúde pública.

“Um dos votos que me orgulha como constituinte de 1986/1988 é o da criação do SUS. E depois como líder do governo Itamar ajudei na sua implementação. E lembro sempre de um dos seus idealizadores o meu saudoso amigo Sérgio Arouca [um dos principais teóricos e líderes do chamado ‘movimento sanitarista’, que mudou o tratamento da saúde pública no Brasil]”, postou no Twitter.

O SUS foi criado pela Constituição de 1988 e implantado ao longo dos anos seguintes. O SUS é o único sistema de saúde pública do mundo que atende mais de 190 milhões de pessoas – 80% delas dependem, exclusivamente, dos serviços públicos para qualquer atendimento de saúde, com princípios de integralidade, igualdade e universalização da assistência médica que soma atualmente mais de 90 bilhões de atendimentos em todo Brasil nos últimos 32 anos.

‘Maior sistema de saúde pública do mundo’

A candidata a presidente da coligação Brasil para Todos (MDB, Cidadania, PSDB e Podemos), Simone Tebet (MDB), também registrou na rede social as mais de três décadas de existência do SUS.

“Maior sistema de saúde pública do mundo, o SUS completa 32 anos. Ele salvou vidas na pandemia. Vamos valorizar os profissionais de saúde, fortalecer o SUS e atualizar a sua tabela em 100%. Também vamos zerar filas de exames, cirurgias e consultas! Viva o SUS”, escreveu Simone.

A universalização da assistência médica soma atualmente mais de 90 bilhões de atendimentos em todo Brasil nos últimos 32 anos.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment