Vereadores de MG exigem revogação do aumento da passagem do transporte metropolitano

Integrantes do Legisla Ativo enviam ofício à Secretaria Estadual de Infraestrutura e Mobilidade

O aumento da tarifa do transporte coletivo metropolitano, anunciado no final de janeiro, motivou mais uma ação conjunta do movimento parlamentar Legisla Ativo. O grupo de vereadores de Minas Gerais enviou, nesta segunda-feira (07), um ofício à Secretaria Estadual de Infraestrutura e Mobilidade (SEINFRA) solicitando a revogação do aumento de 13% das tarifas do transporte coletivo metropolitano.

O ofício assinado por vereadores do Legisla Ativo destaca que o percentual do reajuste de 13% supera os índices oficiais do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2021, que foi definido em 10,06%. Diante desses dados, o reajuste se mostra insustentável para a população local que, em sua maioria, não dispõe de outro meio de transporte, senão o público, para que possa se deslocar.

Ainda no oficio, os vereadores enfatizam que o valor cobrado não corresponde com a qualidade do serviço prestado. Segundo o documento, os usuários de transporte coletivo da Região Metropolitana sofrem cotidianamente com a baixa oferta, fato que ocasiona longos períodos de espera nos pontos de ônibus, impactando diretamente na qualidade de vida da população. Além disso, é comum a rodagem de coletivos com mais de quinze anos de fabricação.

Os parlamentares reconhecem os efeitos econômicos da pandemia e também  o fato que o reajuste tarifário decorre de disposição contratual do instrumento de concessão da Rede Integrada de Transporte (RIT) do Sistema Metropolitano de Passageiros.  No entanto, ressaltam que o reajuste também deve levar em consideração os princípios esculpidos no Decreto  Estadual– que regulamenta o serviço de transporte coletivo rodoviário intermunicipal e metropolitano do Estado de Minas Gerais e determina alguns indicadores como modicidade da tarifa: justa correlação entre os custos do serviço e a indenização pecuniária paga pelos usuários, expressa no valor da tarifa fixada pela SETOP.

O Legisla Ativo

O Legisla Ativo é um grupo suprapartidário composto pela união de 79 vereadores e vereadoras de 63 municípios mineiros, que formam uma frente coletiva democrática de atuação legislativa. Idealizado e fundado pela vereadora de Nova Lima, Juliana Sales (Cidadania), o movimento é responsável por diversas leis e ações conjuntas no estado que visam reunir esforços para ampliar as discussões locais de forma mais abrangente

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment