Nota de pesar – Tarcísio Meira e Paulo José

O Cidadania lamenta a morte de dois grandes ícones da dramaturgia e da cultura nacionais: o ator Tarcísio Meira, eterno galã da televisão brasileira, com papéis memoráveis, como em Irmãos Coragem, Grande Sertão Veredas, A Muralha, entre outros; e o brilhante ator e também diretor Paulo José, que marcou o cinema como Macunaíma, ao lado de Grande Othelo, e tantos outros personagens de uma extensa e qualificada filmografia. Ambos honraram os brasileiros com talento, técnica e trabalho dedicados à arte. Sobre fazer poesia, disse Ferreira Gullar, nosso grande poeta, que ela “transfigura as coisas, mesmo quando você está no abismo”. E também: “A arte existe porque a vida não basta”. É a existência de brasileiros como esses que se foram – sua arte sobrevive – que reafirma diariamente que somos muito maiores que esse trágico momento da vida nacional. Às famílias, um abraço fraterno e penhorado por tudo o que compartilharam com o povo brasileiro por todos esses anos.

Roberto Freire
Presidente Nacional do Cidadania

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment