Eliziane Gama cobra de farmacêutica explicações sobre a vacina Sputnik V

A aprovação do imunizante russo contra a Covid-19 é aguardada com grande expectativa por 17 estados dos consórcios da Região Nordeste e da Região Amazônica (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

Em audiência nesta sexta-feira (07) na Comissão Temporária da Covid-19 ,  a líder do bloco parlamentar Senado Independente, Eliziane Gama (Cidadania-MA),  pediu ao representante da  União Química, desenvolvedora da vacina anticovid Sputnik V no Brasil,  que expusesse  os “reais motivos” que estão dificultando a aprovação do imunizante russo pela Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária).

“Os entraves [para a autorização] são motivados pela burocracia ou por que falta a apresentação de evidências científicas que comprovem a eficácia e a segurança da vacina?”, cobrou Eliziane Gama.

Sem entrar em detalhes, o presidente da farmacêutica, Fernando Marques, disse que já encaminhou todas as providências para obter junto ao Instituto Gamaleya, produtora da vacina contra a Covid, as informações complementares que faltam para que 10 milhões de doses do imunizante sejam autorizadas emergencialmente pela Anvisa.

No entanto, ele admitiu que pode estar existindo da parte dos russos “uma certa burocracia” para enviar os dados à União Química.

Maranhão

A aprovação da Sputnik V é aguardada com grande expectativa por 17 estados dos consórcios da Região Nordeste e da Região Amazônica, que  compraram a vacina russa. O Maranhão negociou a compra  antecipada de 4,5 milhões de doses do imunizante.

“A incorporação de mais uma vacina ao Plano Nacional de Imunização é fundamental para o enfrentamento dessa crise sanitária que diariamente vem ceifando milhares de vidas em nosso País”, destacou a senadora do Cidadania. 

ButanVac

Em relação aos questionamentos de Eliziane Gama sobre como está o andamento do pedido de autorização de testes da ButanVac junto à Anvisa, a diretora  Meiruze Freitas afirmou que foi feita na quarta-feira (06) reunião com o Instituto Butantan sobre o protocolo clínico. A instituição deverá entregar em breve a documentação para iniciar a condução dos estudos clínicos no Brasil.

CPI da Pandemia

Já a respeito de requerimento da senadora sobre compartilhamento de informações com a CPI da Pandemia, o presidente da comissão da Covid, Confúcio Moura (MDB-RO), afirmou que todos os relatórios de 2020 do colegiado serão repassados aos membros da comissão parlamentar de inquérito. 

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment