CPI dos Fura-Filas: João Vítor Xavier diz que vacinação foi feita de forma irregular

O ex-secretário adjunto de Saúde de Minas Gerais, Marcelo Cabral, prestou depoimento nesta quinta-feira (6) na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Fura-Filas da Assembleia Legislativa do estado. Para o presidente da CPI, deputado João Vítor Xavier (Cidadania), as falas de Cabral revelam que a vacinação foi feita de forma irregular. Ainda segundo o deputado, o depoimento do ex-secretário não isenta os servidores de responsabilidades.

“A fala apenas divide a responsabilidade entre todos eles, ou seja, se todos participaram da decisão todos são co-responsáveis e em caso da decisão ser ilegal, todos responderão pela ilegalidade. Ele não soube explicar de quem foi a decisão ou através de qual norma ou decreto ficou decidido usar as vacinas da reserva técnica para vacinar os servidores. Ele passa a responsabilidade desse processo de vacinação para a Vigilância de Agravos”, sustentou Xavier.

O último depoimento na CPI está marcado para a próxima terça-feira (11), às 9h, com o ex-secretário da Saúde, Carlos Eduardo Amaral.

(Com informações da Rádio Itatiaia – 06/05/2021)

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment