Para Alessandro Vieira, encontros de Lula e Bolsonaro com Sarney escancaram ‘deserto de lideranças nacionais’

‘Tais extremos são apenas faces da mesma moeda que faz girar a política brasileira, viciada em ocupação predatória do poder’, afirma o senador (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

O líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira (SE), criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por buscarem apoio ao ex-presidente José Sarney (PMDB) às vésperas do início da fase de depoimentos na CPI da Pandemia e em meio a articulações para as eleições de 2022.

“A romaria de Lula e Bolsonaro até o altar carcomido de Sarney escancara o óbvio: vivemos um deserto de lideranças nacionais”, criticou.

A conversa entre Bolsonaro e Sarney ocorreu na última terça-feira (27) na casa do ex-presidente, que acaba de completar 91 anos. Já o ex-presidente Lula pretende se encontrar com Sarney nesta semana, em Brasília.

“Os tais extremos [Lula e Bolsonaro] são apenas faces da mesma moeda que faz girar a política brasileira, viciada em ocupação predatória do poder, fisiologismo e corrupção”, afirmou Alessandro Vieira na rede social.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment