Eliziane Gama relaciona maior número de armas ao aumento de homicídio de mulheres

“No Brasil, ao contrário de outros países, o uso de arma está diretamente ligado a casos de violência”, afirma a parlamentar (Reprodução/GloboNews)

Em entrevista nesta sexta-feira (16) ao telejornal ‘Em Ponto’, da GloboNews (acesse aqui o link para o vídeo), a líder do bloco parlamentar Senado Independente, Eliziane Gama (Cidadania-SE), relacionou o aumento do número de armas de fogo nas mãos da população no Brasil ao aumento de homicídios de mulheres.

Ela avaliou que após a entrada em vigor do Estatuto do Desarmamento houve um decréscimo do número de homicídios, mas que nos últimos dois anos, com o aumento da quantidade de armas em 65% nas mãos da população, conforme dados da Polícia Federal, a violência cresceu no País.

“No Brasil, ao contrário de outros países, o uso de arma está diretamente ligado a casos de violência. E as maiores vítimas são aqueles que estão desprotegidos do ponto de vista das políticas públicas e até mesmo dentro do ambiente familiar. A mulher passa a ser, infelizmente, a maior vítima. Quanto mais armas na socidade, mais possibilidade de homicídio de mulheres”, afirmou a parlamentar, autora da proposta que criou a Frente Parlamentar pelo Desarmamento promulgada nesta quinta-feira (15) pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário