Alessandro Vieira quer que ministro da Defesa explique crise militar no Senado

Senador diz que “diante de uma crise que assola o governo e chega às Forças Armadas, é essencial buscar o diálogo direto e transparente” (Foto: Reprodução/William Borgmann)

O líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira (SE), vai apresentar na sessão desta terça-feira (30) um requerimento para que o ministro da Defesa, Walter Braga Neto, preste informações sobre o atual momento das Forças Armadas com o anúncio da saída  simultânea dos comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica.

Para o parlamentar, o comparecimento de Braga Neto ao Senado é necessário diante da nota pública divulgada pelo ex-ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, na qual ele ‘assevera’ ter preservado as Forças Armadas “como instituições do Estado”, não de governos.

Alessandro lembra ainda no pedido que precisa ser votado pelo plenário que as Forças Armadas enfrentam a ‘maior crise desde a demissão do ex-ministro do Exército, Sylvio Frota, no final dos anos 1970’, e que ‘desde 1985 os comandantes militares não deixam o cargo ao mesmo tempo a não ser em período de troca de governo’. 

“Esse contexto absolutamente atípico torna imprescindível a vinda do novo ministro da Defesa ao Senado, como forma de ratificar aos parlamentares e cidadãos brasileiros o compromisso de preservar as Forças Armadas como instituições estatais, respondendo a eventuais questionamentos sobre o comando da pasta que acaba de assumir”, justifica o líder do Cidadania.

O parlamentar disse ainda que com o convite a Braga Neto o Senado ‘cumpre seu papel de representação federativa e de estabilização nacional’.

“Precisamos de respostas institucionais, não de tramas de Twitter ou análises enviesadas. Diante de uma crise que assola o governo e chega às Forças Armadas é essencial buscar o diálogo direto e transparente. O Brasil já conheceu ditaduras e nenhum cidadão consciente tem saudades”, afirmou Alessandro Vieira.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário