Alessandro Vieira: Araújo não mostrou capacidade para ocupar o cargo de ministro

‘Despreparado e com posicionamentos radicais, causou prejuízos severos para o País, em especial na disputa geopolítica pelas vacinas’, assinalou o senador em nota (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)

O líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira (SE), divulgou nota pública sobre o pedido de demissão nesta segunda-feira (29) do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, do cargo. Para ele, o chanceler do presidente Jair Bolsonaro não mostrou capacidade como ministro e causou prejuízos ao Brasil no caso da compra de vacinas contra a Covid-19

“O ministro Ernesto Araújo não mostrou em nenhum momento capacidade para ocupar uma cadeira tão importante. Despreparado e com posicionamentos radicais, causou prejuízos severos para o País, em especial na disputa geopolítica pelas vacinas”, assinalou o senador na nota.

Sob forte pressão do Congresso Nacional, a situação política de Araújo vinha se deteriorando com críticas de parlamentares na forma como ele conduziu as negociações para a obtenção de doses de vacina para combater o coronavirus.

Ele foi duramente criticado durante audiência no Senado na última quinta-feira (25), quando diversos parlamentares pediram sua demissão, e no fim de semana o ministro passou a acusar na rede social a senadora Kátia Abreu (PP-TO) de lobby pela implantação da tecnologia 5G no Brasil.

“É oportuno registrar que a manutenção de um ministro incompetente, irresponsável e que trabalha contra os interesses nacionais é um grave erro e terá consequências”, alertou Alessandro Viera sobre os ataques de Araújo à senadora do PP.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário