Alessandro Vieira: Paciência sobre indefinição da CPI da Covid-19 está se esgotando

Para o senador, fala do ministro da Saúde na audiência pública de fevereiro do Senado não convenceu sobre empenho do governo no combate à pandemia no País (Foto: Reprodução/William Borgmann)

O líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira (SE), disse que a paciência diante da indefinição da criação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid-19 na Casa está se esgotando. O pedido da investigação para apurar as ações e eventuais omissões do governo federal no combate à pandemia do novo coronavírus está parado há quase um mês na mesa do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

 “[A CPI] É um instrumento de fiscalização importante”, afirmou o senador, que não ficou convencido com as explicações do ministro da Saúde Eduardo Pazuello na audiência pública promovida pelo Senado, em fevereiro, sobre as ações da pasta e do governo para conter a pandemia do coronavírus no País.

O pedido de criação da CPI da Covid-19 foi apresentado em 4 de fevereiro. A pressão pela investigação ganhou força após o presidente Jair Bolsonaro voltar a criticar o isolamento físico, acirrar o conflito com governadores sobre destinação de recursos federais para o combate da pandemia, e ainda pelo  fornecimento de vacinas por parte do Ministério da Saúde seguir incerto. 

O requerimento da CPI  foi apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)  e tem a assinatura de 30 parlamentares:

1. Randolfe Rodrigues (Rede)

2. Jean Paul Prates (PT)

3. Jorge Kajuru (Cidadania)

4. Fabiano Contarato (Rede)

5. Alessandro Vieira (Cidadania)

6. Rogério Carvalho (PT)

7. Renan Calheiros (MDB)

8. Eduardo Braga (MDB)

9. Rodrigo Cunha (PSDB)

10. Lasier Martins (Podemos)

11. Zenaide Maia (PROS)

12. Paulo Rocha (PT)

13. Leila Barros (PSB)

14. Styvenson Valentin (Podemos)

15. Acir Gurgacz (PDT)

16. Álvaro Dias (Podemos)

17. Mara Gabrilli (PSDB)

18. Plínio Valério (PSDB)

19. José Reguffe (Podemos)

20. Humberto Costa (PT)

21. Cid Gomes (PDT)

22. Eliziane Gama (Cidadania)

23. Major Olímpio (PSL)

24. Omar Aziz (PSD)

25. Paulo Paim (PT)

26. José Serra (PSDB)

27. Tasso Jereissati (PSDB)

28. Weverton (PDT)

29. Simone Tebet (MDB)

30. Rose de Freitas (MDB)

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário