Cidadania: retirada de pauta da PEC da Impunidade é vitória da democracia

Partido foi um dos poucos a votar contra a admissibilidade e fez intensa pressão para impedir aprovação da matéria

Lideranças do Cidadania comemoraram o recuo da Presidência da Câmara dos Deputados nesta sexta-feira (24) com a retirada de pauta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 03/2021, que amplia o entendimento sobre imunidade parlamentar. A proposta ficou conhecida como PEC da Impunidade e agora terá de passar pela análise das comissões antes de ser apreciada em plenário.

“Grande vitória democrática dos que se posicionaram contra a PEC da imunidade/impunidade na Câmara. Parabéns à bancada do Cidadania e a outros poucos partidos que foram vitoriosas na obstrução do projeto. Derrotado, Arthur Lira a retira de pauta”, comemorou o presidente do Cidadania, Roberto Freire, em seu perfil no Twitter.

Também na rede social, o líder do partido na Câmara dos Deputados, Alex Manente (SP), considerou a criação de uma comissão especial pra analisar a proposta uma vitória, mas adiantou que o partido seguirá pressionando. “Vamos continuar atentos e vigilantes para que a imunidade não seja confundida com impunidade!”, disse.

Vice-líder do Cidadania na Casa, o deputado Daniel Coelho (PE) afirmou que o foco tem de estar no combate à pandemia.

“O trator não passou por cima da sociedade brasileira. A PEC da impunidade perdeu apoio para ser aprovada em plenário. Segue para as comissões e será debatida com a sociedade. Parabéns para quem lutou. Vacina e auxílio para quem precisa. Doença, desemprego, falta de esperança. Não dá para se preocupar com outra coisa”, sustentou.

Já a deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF) elogiou a sociedade pela pressão sobre os deputados a fim de evitar que o texto fosse a voto. “A PEC da Impunidade não avançou. Parabéns à sociedade que pressionou os parlamentares. O Brasil não pode continuar sendo o país do privilégio”, observou.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário