Decreto para facilitar o uso de arma não é prioridade, diz Eliziane Gama

Precisamos de armas para matar o Covid-19 – a vacina e orientações seguras à população”, aponta a senadora (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), líder do bloco Senado Independente, criticou na rede social o anúncio feito pelo presidente Jair Bolsonaro, nesta terça-feira (04), no Paraná, de que na próxima semana vai publicar mais três decretos sobre armas destinadas aos Cacs (Caçadores, Atiradores esportivos e Colecionadores.

“O presidente da República anunciar mais três decretos favorecendo o uso de armas é um acinte à Nação. Esse tema não tem nenhuma prioridade, divide a sociedade. Arma mata as pessoas. Precisamos de armas para matar o Covid-19 – a vacina e orientações seguras à população”, defendeu no Twitter.

Em maio de 2019, Bolsonaro editou um decreto em que facilitava a obtenção do porte e aquisição de armas no país. O decreto acabou sendo anulado depois da ameaça do Congresso Nacional de derrubá-lo por ter tratado de temas que só poderiam ser mudados por projeto de lei.

O presidente, no entanto, agiu para facilitar a importação de armas e zerar o imposto para aquisição de armas importadas.

Bolsonaro também anunciou hoje (04) durante evento em Cascavél (PR) um acordo com os presidentes da Câmara e Senado para votar o excludente de ilicitude.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário