Vacinas: Carmen cobra de ministro rapidez em negociação com China e Índia

Em reunião informal nesta quarta-feira (20) da comissão externa contra o coronavírus, a deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), relatora do colegiado, cobrou de Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores, empenho da pasta para fazer avançar as negociações envolvendo a entrega, “o mais rápido possível”, ao Brasil, de dois milhões de doses de vacinas da Oxford pela Índia.

Zanotto, que presidiu o debate, disse que os brasileiros estão apreensivos em torno das negociações do Itamaraty para destravar as negociações com a China para o envio dos insumos necessários para a continuidade de produção da CoronaVac pelo Instituto Butantan.

“Estamos muito preocupados com essa indefinição. O país precisa estar certo de que tudo está sendo feito na área federal para agilizar as negociações”, reforçou Zanottto.

Ernesto informou à comissão que as negociações “estão bem encaminhadas” pelo Itamaraty.

Até agora o Brasil só conta com a vacina chinesa para imunizar a população, cuja campanha foi iniciada domingo passado pelo SUS vacinando os trabalhadores da linha de frente da saúde, de idosos que moram em abrigos e indígenas.

Além de Ernesto Araújo, participaram do evento o vice-presidente da Fiocruz, Marco Krieger, o presidente do Butantan, Dimas Covas, e o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário