Eliziane Gama cobra de Bolsonaro apresentação de provas de fraude eleitoral em 2018

“O TSE e todos os servidores(as) que atuam nas eleições brasileiras conseguiram tornar as eleições em nosso País um modelo para o mundo”, contestou a senadora na rede social (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

A líder do Cidadania no Senado, Eliziane Gama (MA), criticou nesta quinta-feira (07) a declaração sem provas do presidente Jair Bolsonaro de que houve fraude nas urnas em 2018, ao fazer um comentário sobre o resultado das eleições nos EUA vencidas pelo democrata Joe Biden.

“Se o presidente da República, eleito legitimamente através do voto de milhares de brasileiros, tem alguma prova de fraude eleitoral no sistema brasileiro que ele as apresente. É inconcebível fustigar e ameaçar a democracia e as eleições brasileiras com ilações”, cobrou a senadora no Twitter.

Sem provas, Bolsonaro voltou a dizer que houve fraude na eleição dos EUA, alegando que o voto pelo correio permitiu que até mortos votassem. Segundo ele, se o Brasil não tiver o voto impresso na eleição de 2022, ‘nos vamos ter problemas piores do que dos Estados Unidos’.

“No Brasil, será a mesma coisa”, diz Bolsonaro, sem apresentar provas.

“O TSE e todos os servidores(as) que atuam nas eleições brasileiras conseguiram tornar as eleições em nosso País um modelo para o mundo. Esse sistema auditado e fiscalizado permanentemente não pode ser alvo de ataques sem provas, apenas como mote para ameaça à democracia”, reagiu Eliziane Gama.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário