Carmen defende que proteção à primeira infância seja política de Estado

A deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania/SC), na abertura de seminário internacional, nesta terça-feira (01), voltou a defender a união da sociedade para que as ações voltadas à proteção da primeira infância sejam transformadas em política de Estado.

“Precisamos continuar atuando firmemente para tornar o tema uma política permanente de Estado. A proteção da primeira infância é fundamental para o nosso futuro. Os gestores públicos precisam abraçar a causa do Marco Legal da Primeira Infância”, afirmou a parlamentar.

O evento acontecerá até a próxima quinta-feira (03) no Ministério da Cidadania, quando será feita a avaliação do Programa Criança Feliz, que foi construído a partir do Marco Legal.

Em quatro anos de atividades, o programa já atendeu 898 mil crianças, 881 mil famílias e 202 mil gestantes em 2.783 municípios de todos os estados do país.

Zanotto destacou ainda a importância do evento para debater estratégias estruturais e as experiências que vêm sendo colocadas em prática em outros países.

“Estudos comprovam que os seis primeiros anos de vida da criança, incluindo a gestação, são cruciais para o desenvolvimento humano”, acrescentou a vice-líder do Cidadania, que integra a Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância.

Marco Legal

Considerada uma legislação mais avançada, o Marco Legal da Primeira Infância foi instituído pela Lei 13.257/2016. O texto foi construído por parlamentares de vários partidos, dentre eles a deputada Carmen Zanotto.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário