Eliziane Gama: Retirada de Marina Silva da lista de personalidades negras da Fundação Palmares é ‘revoltante’

‘A medida estapafúrdia é de Sérgio Camargo, o mesmo que disse não existir racismo no Brasil’, postou a parlamentar na rede social (Foto: Nelson Almeida/AFP)

A líder do Cidadania no Senado, Eliziane Gama (MA) reagiu com indignação a decisão do presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, de retirar o nome da ex-senadora Marina Silva (Rede Sustentabilidade) da lista de personalidades negras da entidade.

Na rede social,  nesta terça-feira (13), Camargo alegou que o nome de Marina Silva foi excluído porque ela ‘não tem contribuição relevante para a população negra do Brasil’.

“Mulher, negra, evangélica, seringueira. Marina Silva que dedicou sua vida a causa ambiental, tem seu nome retirado da lista de personalidades negras da Fundação Palmares. A medida estapafúrdia é de Sérgio Camargo, o mesmo que disse não existir racismo no Brasil. Lamentável, revoltante!”, postou a parlamentar em seu perfil no Twitter.

O presidente da Fundação Palmares também já negou a ocorrência de racismo estrutural e defendeu o fim do feriado da Consciência Negra.

Em outra publicação na rede social, a senadora disse que vai apresentar um projeto de decreto legislativo para sustar ‘todos os atos do presidente da Fundação Palmares que excluíram pessoas da lista de personalidades negras da Fundação Cultural Palmares’.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário