Líder do Cidadania na Câmara cobra explicações de ministro sobre promoção coletiva de servidores da AGU

Deputado Arnaldo Jardim pede que José Levi diga, entre outros pontos, quais foram os fundamentos jurídicos para o aumento, o valor que será gasto para bancá-lo e porque o número de promovidos é 649% maior que nos anos anteriores

O líder do Cidadania na Câmara dos Deputados, Arnaldo Jardim (SP), protocolou na tarde desta quinta-feira (24) um pedido de informações em que cobra explicações do ministro da Advocacia Geral da União (AGU), José Levi, sobre a promoção ao topo da carreira de 607 servidores da pasta. O caso foi revelado pelo Jornal Digital Poder 360. Diversos outros veículos de comunicação também noticiaram o tema. De acordo com as informações publicadas, a promoção em massa é 649% maior que nos 3 últimos anos.

No requerimento de informações, o líder do Cidadania pretende saber, entre outros detalhes, qual o fundamento jurídico e fático que justificou a promoção conjunta dos 607 membros da carreira de Procurador Federal para a denominada categoria especial. Arnaldo Jardim também questiona o ministro sobre qual será a despesa adicional aos cofres públicos a partir da elevação de cargos e salários dos funcionários da AGU.

“Estamos passando por uma das mais agudas crises econômicas e fiscais da nossa história, decorrentes da pandemia da Covid-19. O momento exige cuidado redobrado com os gastos públicos e com ações efetivas para a superação da crise”, justifica o parlamentar em um dos trechos do documento.

A AGU tem 30 dias para responder à Câmara, sob pena de a autoridade responsável ser enquadrada por crime de responsabilidade. Leia a íntegra do documento clicando abaixo:

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário