Carmen Zanotto considera importante participação do Brasil em consórcio da OMS pra vacina contra Covid-19

A deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC) disse nesta sexta-feira (18) considerar importante que o Brasil participe do consórcio gerido pela OMS (Organização Mundial de Saúde) para produção e desenvolvimento de vacinas contra o novo coronavírus.

“É importante que o país faça um esforço para participar deste grupo de nações comprometidas em dar ao mundo vacinas seguras e eficientes para imunizar a população contra esta doença terrível”, disse a relatora da Comissão Externa de Enfrentamento à Covid-19.

A expectativa da OMS é adquirir 2 bilhões de doses de vacinas aprovadas até o final de 2021, alcançando 20% da população de cada país investidor. Na avaliação de Zanotto, o Brasil, pelo desenvolvimento científico que já conseguiu, não pode ficar de fora dessas pesquisas e avanços que podem levar à produção de mais vacinas e medicamentos.

“Algumas vacinas que fazem parte do portfólio OMS já estão em fase de teste clínico aqui, mas nos preocupa que o Brasil, com seus mais de 200 milhões de habitantes, seja excluído no futuro de um eventual acesso a mais opções porque não participou desta iniciativa” , avaliou a parlamentar.

Em nota divulgada nesta quinta-feira (17) o governo informou que pediu mais prazo para decidir se fará parte do consórcio Covax Facility junto com mais de 170 países. O prazo para ingressar no grupo terminaria hoje.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário