Regis Cavalcante: afundamento de bairros causado pela Braskem será tema de campanha em Maceió

O presidente do Cidadania em Alagoas, Regis Cavalcante, afirmou em conversa com o Jornal de Alagoas que o partido levará a debate nas eleições de novembro em Maceió, capital do estado, os danos causados pela Braskem em quatro bairros, entre eles o Pinheiro, que estão afundando como resultado da mineração de sal-gema da empresa, afetando milhares de famílias no município.

“Uma cidade abandonada a sua própria sorte, com 4 bairros afundando e toda zona sul da cidade abandonada e entregue a uma indústria química que criminosamente suga das suas minas a esperança e os sonhos dos moradores que assistem suas casas afundando por conta da ganância da Braskem”, aponta.

O tema, conforme o jornal, tem sido evitado pelos outros partidos, que silenciam diante das dificuldades enfrentadas pelos moradores dessas áreas, em negociação direta com a empresa intermediada pelo Poder Judiciário. Na política, fora o Cidadania, o que se vê, aponta o veículo, é omissão.

Regis disse ainda ao jornal que o partido está finalizando um programa para oferecer aos maceioenses, mas que o provável nome a disputar a prefeitura pelo Cidadania deve ser o da professora Fátima Romar. Em Arapiraca, segunda cidade mais importante de Alagoas, o nome já lançado como pré-candidato é o do advogado Hector Martins.

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, mostre que você tem voz!


Adicione um comentário